Topo

Esporte

Megan Anderson critica postura de 'Cyborg' nas redes sociais: "Não é verdadeira"

Ag. Fight

16/04/2018 15h58

Ex-campeã peso-pena (66 kg) do Invicta FC e escalada para fazer sua estreia no octógono mais famoso do mundo contra Holly Holm no UFC 225, evento que será realizado no dia 9 de junho em Chicago (EUA), Megan Anderson é apontada como uma das atletas com mais chances de acabar com o reinado de Cris 'Cyborg'- atleta que não perde uma luta desde 2005. E assim que esse duelo foi cogitado pela primeira vez, as lutadoras trocam farpas nas redes sociais, situação que parece deixar a australiana com dúvidas sobre o que pensar da rival.

Durante uma entrevista no programa 'The MMA Hour' nessa segunda-feira (16), Megan apontou que já esteve pessoalmente com Cyborg e que a brasileira se mostrou uma pessoa bastante diferente da figura polêmica nas redes sociais. Por isso, de acordo com a australiana, a dúvida permaneceu: qual das duas personalidades, de fato, reflete a brasileira?

"Eu respeito a Cris e acho que ela é uma pessoa adorável mas a Cris que está nas redes sociais não é uma pessoa que eu respeitaria. O que acontece nas redes sociais é bem diferente dela em pessoa. Não sei qual é a Cris verdadeira", afirmou.

Diante das provocações e após a australiana assinar contrato com o Ultimate, era de se esperar o casamento do duelo entre Megan e Cyborg. Contudo, como ela mesmo apontou, escolher adversárias ainda não é um luxo que ela pode ser dar. Afinal de contas, essa ainda é sua primeira apresentação na companhia.

"Acho que muita gente não entende que eu não estou em uma posição de escolher adversárias. Então, qualquer nome que me passarem não faz diferença. Um nome e uma data e mais nada faz diferença. Eu estava muito empolgada para enfrentar a Cris naquele card mas algumas coisas fora do meu controle aconteceram. Mas agora vou estrear e estou feliz em encarar a Holly, ela é uma grande lutadora", declarou.

Escalada para enfrentar uma ex-campeã do UFC, Megan sabe que não terá luta fácil contra Holly e que é preciso estar preparada para tudo. No entanto, na análise da australiana, a americana abusa das mesmas sequências de golpes o que pode facilitar a sua preparação para o combate.

"Tudo pode acontecer em uma luta. Mas, olhando as lutas anteriores da Holly, ela sempre aplica as mesmas combinações, o que torna tudo mais fácil para se preparar. Mas, em uma luta, tudo pode acontecer", apontou.

Lutadora de MMA desde 2013, Megan vive excelente fase na carreira e venceu todas suas últimas lutas através de nocautes. Aos 28 anos de idade, a australiana coleciona no currículo um cartel com oito vitórias e duas derrotas.

Mais Esporte