Topo

Esporte

Vitor Belfort critica McGregor e vê Mayweather sem chances no MMA

Ethan Miller/Getty Images
Belfort opinou sobre questões polêmicas do MMA Imagem: Ethan Miller/Getty Images

Lucas Rezende, em Belém (PA)

Ag. Fight

16/04/2018 13h09

Com duelo marcado contra Lyoto Machida para sua suposta despedida do Ultimate, no próximo dia 12 de maio, Vitor Belfort compartilhou algumas opiniões interessantes sobre recentes acontecimentos no universo do MMA. Em coletiva de imprensa realizada na última sexta-feira (13), o brasileiro criticou o comportamento de Conor McGregor em seu ataque aos ônibus do UFC 223 e também avaliou as chances da estrela do boxe, Floyd Mayweather Jr., em uma possível transição para as artes marciais mistas.

Sobre o caso do irlandês, Belfort descreveu o incidente como uma grande loucura e afirmou que, se pudesse, resolveria as coisas de maneira diferente, mas sem entrar em maiores detalhes. Ainda de acordo com o 'Fenômeno', a imprensa norte-americana também possui uma grande parcela de culpa por repercutir tanto o caso.

"Deixo as pessoas que tem o poder resolver. Não tenho poder para resolver. Se eu estivesse lá, com certeza muitas coisas seriam resolvidas de maneira diferente. Infelizmente, hoje, tudo que é negativo vende mais. Muito disso é culpa da imprensa. A imprensa dá muito valor ao que é negativo Infelizmente nos Estados Unidos é isso e Hollywood é isso, as pessoas fazem maldades e lucram com elas. É muito louco. Quem é bandido ganha todos os benefícios e quem é vítima leva a pior. Seja no Brasil ou em qualquer lugar do mundo", declarou o carioca.

O ex-campeão meio-pesado (93 kg) do UFC ainda deu o seu parecer sobre uma especulada estreia do astro do boxe, Floyd Mayweather, dento do octógono. No entanto, a opinião de Belfort não foi muito otimista para o pugilista. De acordo com Vitor, 'Money' não teria chance nem mesmo contra adolescentes iniciantes no esporte.

"Acho que até contra a juventude mais nova, ele não tem chance, não. Pessoal de 15, 14 anos. Ele teria que aprender bastante chão, ainda mais a parte de chute. Acho que é uma ilusão que isso aconteça. A não ser que seja em outras regras. Com os braços, no peso dele, ele é um fenômeno. Se envolver perna e outras coisas, sem chance", cravou.

De encontro marcado com o 'Dragão' para o dia 12 de maio, no UFC 224 no Rio de Janeiro, Belfort já havia anunciado que esta seria sua última aparição dentro do octógono. Contudo, o atleta voltou atrás nesta opinião e afirmou que esta posição pode mudar após o duelo contra Machida.

"Ué, por que não (faria outro combate pelo UFC)? A gente não sabe o dia de amanhã. Temos que cuidar do que temos hoje. Hoje, não tem nada de aposentadoria. Temos uma luta travada com um grande competidor no dia 12 de maio e estamos preparados", relatou o Fenômeno.

Mais recentemente, Belfort vem de vitória por decisão unânime sobre Nate Marquardt em junho de 2017. Antes do triunfo, o brasileiro amargou derrotas para Ronaldo 'Jacaré' e Gegard Mousasi, além de outra para Kelvin Gastelum, mas esta foi anulada quando o americano testou positivo para maconha em um exame antidoping.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte