Topo

MMA

Americano narra como planejou acender cigarro de maconha durante UFC

Isaac Brekken/Getty Images
Imagem: Isaac Brekken/Getty Images

Ag. Fight

17/04/2018 13h47

No UFC Phoenix - evento que aconteceu nesse sábado (14), nos Estados Unidos - Sean O'Malley não pisou no octógono, mas não deixou de chamar a atenção no show. Como convidado na área reservada para a organização na plateia da arena, 'Sugar' repetiu os passos de Nate Diaz e simulou que acendia um cigarro de maconha quando foi filmado pelas câmeras do Ultimate. Depois do gesto, o americano explicou que tudo foi premeditado.

Em entrevista ao programa 'MMA Hour', a promessa do peso-galo (61 kg) no UFC contou que tentou disfarçar a sua ideia dos responsáveis pela filmagem para que, assim, conseguisse colocar seu plano em prática. Além disso, O'Malley ressaltou ter perguntado para Mackenzie Dern - que estava sentada ao seu lado - se a peso-palha (52 kg) se incomodaria com o gesto.

"A gente sentou bem na seção do UFC, então imaginei que fossem me filmar. Eles avisaram que nos filmariam em breve e eu pensei que seria o momento perfeito. Continuei sorrindo para a oficial do UFC, Heidi Dean, que foi quem nos avisou que seríamos filmados. Sabia que ela não ficaria feliz com o que eu faria, mas ela também não ficou tão brava. Ela fez a contagem e eu continuei sorrindo para ela, ela não fazia ideia do porquê. Falei com ela antes. Eu a alertei. Ela respondeu: 'Tudo bem'. Mackenzie é legal. Ela treina na MMA Lab por três anos, então nos conhecemos", garantiu o Sean.

Em fevereiro passado, Diaz fez a mesma simulação ao ser capturado pelas câmeras do UFC Austin. Vale lembrar que em alguns estados dos Estados Unidos, o uso da maconha é permitido para uso recreativo. No Arizona, no entanto, o consumo da erva é legalizado apenas para fin medicinais. Já no aspecto esportivo, por estar fora do período de competição, O'Malley não deve ser penalizado pela USADA (agência de antidopagem americana).