Topo

MMA

Apesar da má fase, Carlos Condit descarta aposentadoria; UFC elogia postura

AP Photo/The Canadian Press, Paul Chiasson
Imagem: AP Photo/The Canadian Press, Paul Chiasson

Ag. Fight

17/04/2018 07h00

No co-main event do UFC Phoenix, evento realizado no último sábado (14), Carlos Condit foi finalizado por Alex 'Cowboy' e chegou a sua quarta derrota consecutiva. E apesar de acumular sete reveses nas últimas nove atuações que fez no octógono, o americano espantou qualquer possibilidade de aposentadoria e garantiu, em sua conta no Instagram, que independentemente do resultado, ama esse esporte.

Em sua conta oficial no Twitter, o UFC apoiou a atitude do 12º colocado no ranking oficial dos meio-médios (77 kg). A maior organização de MMA do mundo escreveu: "'Natural Born Killer' (matador nato, em inglês), para sempre". Nos comentários da publicação, os fãs se dividiram entre elogiar Condit e questionar os seus últimos resultados - que não são convincentes.

Profissional desde 2002, Condit vive a pior fase de sua carreira. O americano não consegue engatar uma sequência de vitórias desde novembro de 2012, quando foi derrotado por Georges St-Pierre na unificação do cinturão dos meio-médios. Desde então, o número 12 do ranking da divisão acumula reveses para Demian Maia, Tyron Woodley, Johnny Hendricks, Neil Magny, entre outros.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!