Topo

Esporte

Poirier alega que Khabib tem interesse em enfrentá-lo: "Sou o próximo da fila"

Ag. Fight

Ag. Fight

17/04/2018 11h31

Após nocautear Justin Gaethje na luta principal do UFC Phoenix - evento realizado nesse sábado (14), nos Estados Unidos -, Dustin Poirier parece buscar outros adversários para enfrentar em seguida, e o americano mira o topo da divisão peso-leve (70 kg). Mesmo que o futuro do campeão, Khabib Nurmagomedov, ainda esteja incerto, 'Diamond' revelou que pode ser o próximo da fila para desafiar o russo.

Caso o dono do título interino, Tony Ferguson, e o ex-campeão Conor McGregor retornem ao UFC antes que Poirier tenha sua chance, é provável que a prioridade para disputar o cinturão seja de um dos dois. No entanto, Dustin revelou que o empresário do russo já entrou em contato e deu indícios de que ele próprio poderia estar na primeira defesa de cinturão de 'Eagle'. Em entrevista ao programa 'MMA Hour', o americano garantiu ter despertado o interesse de Nurmagomedov.

"Acho que as chances são boas. O tempo de recuperação de Tony é de nove meses e precisamos ver se o Conor vai voltar, talvez ele não volte. O empresário do Khabib entrou em contato comigo e disse que sou o próximo da fila e que eles querem lutar comigo", assegurou o Diamond.

Apesar de desconsiderar qualquer revanche, o atual número cinco do ranking oficial dos leves garantiu que o UFC ofereceu um novo confronto contra Eddie Alvarez para a edição 223 do show - evento realizado no dia 7 de abril, em Nova York (EUA). De acordo com Poirier, a intenção da maior organização de MMA do mundo era ter um 'plano B' caso Tony Ferguson ou Nurmagomedov tivessem problemas para realizar o duelo - o que de fato voltou a acontecer.

"Tentamos marcar essa luta com o Eddie, mas muitas coisas aconteceram nos bastidores nos últimos meses antes da minha luta com o Justin ser marcada. Não falei isso para ninguém, porque não queria falar sobre isso durante a preparação para a minha luta. Mas ofereceram uma revanche entre Eddie e eu no card de Nova York, o mesmo card que Khabib e Tony Ferguson lutariam. Meu empresário me disse que a intenção de ter a nossa luta era para se alguém caísse, eles teriam quem colocar para substituir. Eu aceitei, mas o Eddie recusou. Isso foi meses atrás, Eddie estava melhor ranqueado que eu. Mas ele poderia ter disputado o cinturão", narrou.

Poirier enfrentou Eddie Alvarez em maio de 2017, mas o combate terminou sem resultado após o ex-campeão desferir joelhadas ilegais no Diamond, que ficou impossibilitado de retornar ao confronto. Desde então, Dustin venceu Anthony Pettis e, mais recentemente, Justin Gaethje.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte