Topo

Esporte

Árbitro explica razão para reverter resultado de luta no UFC Atlantic City

Ag. Fight

23/04/2018 09h00

O duelo entre Ricky Simon e Merab Dvalishvili, realizado no card preliminar do UFC Atlantic City no último sábado (21), contou com um final curioso e intrigante. Embora tenha dominado dois dos três rounds disputados, o atleta da Geórgia foi declarado derrotado por finalização após o uso do replay pelos membros da Comissão Atlética de Nova Jersey, e o árbitro Marc Goddard fez questão de explicar o ocorrido.

Apesar de não ser o juiz do combate, o veterano participou da decisão de reverter o resultado, que iria para a decisão das papeletas dos jurados, e declarar Simon como vencedor uma vez que, na análise da comissão responsável por chancelar o evento, Merab teria desmaiado durante o estrangulamento aplicado pelo oponente.

"Acho que foi claro que no final da luta, e talvez antes, quando o gongo soou, Dvalishvili... Ele estava inconsciente. Ele estava fora. O fato dele desmaiar deveria garantir uma finalização ou uma finalização técnica", narrou ao site 'MMA Fighting', se contrapondo ao nocaute técnico declarado pela entidade.

Com esta análise, Ricky Simon foi declarado vencedor com um TKO aos exatos cinco minutos do terceiro round, caracterizando o nocaute mais demorado da história do UFC em duelos de três assaltos. Um recorde para lá de indigesto para Merab Dvalishvili, que garantiu não ter desmaiado durante o estrangulamento.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte