Topo

Esporte

Defesa promete liberar passaporte de Oezdemir até o UFC Hamburgo

Ag. Fight

25/04/2018 13h53

Em novembro passado, Volkan Oezdemir foi preso e, após pagar a fiança, responde a um processo por agressão em liberdade. Esse problema com a Justiça americana impediu que o confronto do suíço com Maurício Shogun saísse do papel no UFC Chile - evento agendado para o dia 19 de maio -, já que o peso meio-pesado (93 kg) não pode deixar os Estados Unidos até o fim do julgamento. Com a remarcação do duelo, a defesa do atleta garantiu que a luta acontecerá no UFC Hamburgo, no dia 22 de julho, na Alemanha.

No momento, o suíço não pode fazer viagens para fora dos Estados Unidos porque o seu passaporte está detido. Para que Oezdemir possa receber o passaporte para uma data específica, é preciso que seu advogado faça o pedido ao tribunal. Contudo, em entrevista ao site 'MMA Fighting', Bruce Zimet - responsável pela defesa do atual número 2 do ranking da divisão - garantiu que não entrará com a solicitação porque "o caso será concluído antes da data do UFC Hamburgo".

O lutador é acusado de agredir um homem na porta de um bar na Flórida (EUA) em agosto passado. A defesa do suíço alega que tudo não passou de um mal-entendido e que o atleta foi confundido com o verdadeiro culpado. Mesmo com o processo em andamento, Oezdemir não teve problemas para disputar o cinturão no UFC 220 - evento realizado em janeiro deste ano -, porque o evento aconteceu em Boston (EUA).

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte