Topo

MMA

Dana White promete que McGregor ainda será punido por confusão no UFC 223

Michael Reaves/Getty Images
De acordo com o presidente do UFC, o 'Notorious' precisa ser punido pela Justiça Imagem: Michael Reaves/Getty Images

Ag. Fight

30/04/2018 11h22

No início de abril, Conor McGregor protagonizou uma confusão surpreendente. Acompanhado de alguns amigos, o irlandês invadiu o final do 'media day' que antecedeu o UFC 223 - evento realizado no dia 7 de abril, em Nova York (EUA) - e atacou a van que fazia o transporte dos lutadores para o hotel. Na ocasião, Dana White repudiou as atitudes do atleta e garantiu que haveria consequências para o ex-campeão dos leves (70 kg). No entanto, nenhuma providência foi tomada pelo Ultimate, ainda.

De acordo com o presidente do UFC, o 'Notorious' precisa ser punido pela Justiça americana antes de sofrer as consequências dos seus atos na maior organização de MMA do mundo - o que ainda irá acontecer. Em entrevista ao site 'TMZ Sports', o dirigente também afastou a ideia de o irlandês enfrentar Khabib Nurmagomedov na Rússia, devido ao tamanho que esse possível confronto teria.

"Vamos ver o que vai acontecer. Ele precisa ser punido pela Justiça primeiro. Vamos ver o que vai acontecer em Nova York. Ele precisa passar por isso primeiro. Khabib e Conor não vai acontecer na Rússia. Uma luta tão grande como essa precisa ser em Vegas (EUA). Khabib lutará na Rússia em algum momento, mas não será essa luta. Essa luta seria em Vegas", assegurou o cartola.

Pelo ataque à van dos lutadores, McGregor precisou se entregar à polícia e foi liberado após pagar a fiança estipulada em 50 mil dólares (cerca de R$ 170 mil). Em liberdade, o irlandês responde por contravenção e crime doloso e o julgamento está marcado para o próximo dia 14 de junho. Durante a confusão, Michael Chiesa e Ray Borg se lesionaram com os estilhaços e não puderam participar do evento.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!