Topo

Esporte

Lewis se coloca como próximo desafiante ao título caso vença no UFC 226

Ag. Fight

30/04/2018 17h21

Com um confronto contra Francis Ngannou marcado para o UFC 226, no dia 7 de julho, em Las Vegas (EUA), Derrick Lewis conseguiu tirar do papel um duelo que pedia há algum tempo. Por lutar na mesma data em que acontecerá a disputa de título da sua divisão ? a superluta entre Stipe Miocic e Daniel Cormier ? , 'The Beast' tende  a estar pronto para voltar ao octógono junto com o atual campeão. O americano opinou que deve ser o próximo desafiante o cinturão, caso saia vitorioso do seu confronto.

Ainda que não haja nenhuma conversa com o UFC sobre disputar o título da categoria em seguida, o atual número 5 do ranking oficial dos pesados lembrou que todos os possíveis candidatos acima dele já foram derrotados por Miocic. No entanto, em entrevista para o programa 'MMA Hour', Lewis afirmou que os casamentos de luta são baseados nas vendas e, por isso, não se importaria caso outro atleta for escolhido para a próxima disputa de título.

"Não sabemos, talvez queiram um de nós dois como 'plano B' sim. Mas, na verdade, acho que eles queriam vender a luta ainda mais com a gente no card. Acho que sim, faz mais sentido eu ser o próximo desafiante. Stipe já acabou com todo mundo no top 5. Francis não é mais um desafiante, mas todo mundo é. Tudo nesse meio é sobre dinheiro, quem vende mais, quem rende mais. Não ligo para quem vão escolher como próximo desafiante", garantiu o americano.

Mesmo com a luta se aproximando, Lewis ainda não engatou os seus treinamentos. Devido a uma lesão na mão, o peso-pesado tem limitações nos movimentos. Mas, apesar de ainda não ter alta médica para praticar a trocação, o número cinco da divisão garantiu que estará com força total em julho.

"Minha mão está boa, estou com esse calombo. O médico disse que não tenho com o que me preocupar, ficarei bem. Não devo sentir dor ou ter algum problema até julho. Já não sinto mais dor, então ficarei bem até julho. Voltarei no médico na próxima semana, aí terei alta para voltar a treinar. Não tenho socado ninguém, então estou querendo fazer isso", revelou o atleta.

Mais Esporte