Topo

MMA

Jon Jones lembra quase finalização e reverencia Belfort: "Respeito"

Sean M. Haffey/Getty Images
Jon Jones não luta desde julho do ano passado, quando venceu Daniel Cormier Imagem: Sean M. Haffey/Getty Images

Ag. Fight

15/05/2018 10h08

Com 30 anos e 24 lutas no cartel, Jon Jones nunca perdeu uma luta fora a desclassificação contra Matt Hamill, em 2009. Mas foi por muito pouco. Em 2012, Vitor Belfort chegou muito perto de finalizar o então campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC com um armlock. E foi com a imagem daquele momento do UFC 152 que 'Bones' reverenciou o brasileiro em seu Instagram, na segunda-feira (14) (veja abaixo ou clique aqui).

A luta entre os dois ícones do MMA foi resultado de uma série de alterações de última hora. O UFC 151, que seria encabeçado por Jones e Dan Henderson, acabou cancelado por causa de uma lesão no joelho de 'Hendo'. Chael Sonnen tentou herdar a vaga, mas o então campeão negou o combate. Depois, a posição de desafiante foi oferecida, de última hora, a Lyoto Machida, que declinou o convite. Por fim, Belfort assumiu o posto.

Jones lembrou de sua luta contra o 'Fenômeno' e aplaudiu o brasileiro por sua história. "Aproveite a aposentadoria, irmão. Você merece. Obrigado pela grandiosa luta. Aprendi muito sobre mim mesmo naquela luta. Nada além de respeito por você, Vitor Belfort. P.S.: Sei que meu braço teria sido um belo troféu para você. Talvez podemos fazer isso de novo no futuro, em uma luta de jiu-jitsu beneficente, ou algo do tipo", propôs.

O americano não luta desde julho do ano passado, quando venceu Daniel Cormier por nocaute. No mês seguinte, a USADA (Agência Antidoping Americana) anunciou que Jones foi flagrado em um exame antidoping por uso de turinabol, um esteroide anabolizante.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em Ago 8, 2015 às 9:50 PDT

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!