Topo

MMA


Belfort escondeu lesão para lutar no UFC 224; 'Fenômeno' pode ser operado

Leo Correa/AP
Lyoto Machida acerta chute em Vitor Belfort durante luta no UFC 224, no Rio Imagem: Leo Correa/AP

Diego Ribas

Ag. Fight

17/05/2018 12h29

Vitor Belfort não estava 100% fisicamente para o duelo contra Lyoto Machida, no UFC 224, que aconteceu no último sábado (12), no Rio de Janeiro. Aliás, muito longe disso. A Ag. Fight confirmou que o 'Fenômeno' sofreu uma lesão de grau 2 no ligamento medial do joelho esquerdo, quando se preparava para a luta. A informação foi publicada primeiro pelo 'Combate.com'.

De acordo com a apuração da reportagem da Ag. Fight, Belfort se machucou logo no primeiro treino de seu camp, no Canadá. Ainda no país, consultou-se com dois médicos, que o vetaram para o combate. O brasileiro ainda buscou uma terceira opinião, em Miami, mas recebeu o mesmo diagnóstico. Apesar de a lesão prejudicar sua mobilidade, o veterano decidiu se manter no confronto. Para isso, ele precisou esconder da Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) suas reais condições.

De férias após a disputa, o atleta de 41 anos estuda a necessidade de passar por uma nova cirurgia no local. Sem previsão de quando tomará a decisão, Belfort deve, primeiro, realizar sessões de fisioterapia que devem recuperar a mobilidade da região em até dois meses.

Contactada pela reportagem da Ag. Fight, a Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA), mais uma vez, se negou a prover qualquer informação oficial sobre o caso. Não se sabe, então, se caberia à entidade prover alguma exame que fosse capaz de detectar a lesão no atleta e, assim, evitar que ele competisse lesionado.

Na luta, Belfort e Machida passaram o primeiro round inteiro se estudando e, logo no início do segundo assalto, o 'Dragão' acertou um chute frontal no queixo de Vitor ? praticamente idêntico ao que Anderson Silva usou para vencê-lo, em 2011, no UFC 126. Vitória por nocaute!