Topo

MMA

ESPN norte-americana adquire direitos de transmissão do UFC por R$ 5,5 bi

Michael Reaves/Getty Images
Dana White, presidente do UFC Imagem: Michael Reaves/Getty Images

Ag. Fight

23/05/2018 17h27

O UFC tem nova casa nos Estados Unidos, o seu maior mercado: a ESPN, uma das mais tradicionais emissoras esportivas do mundo, anunciou nesta quarta-feira (23) a aquisição dos direitos de transmissão do Ultimate pelos próximos cinco anos, a começar por 2019.

No início do mês, as duas partes já haviam revelado um acordo para transmissão de alguns eventos e do programa "Dana White's Tuesday Night Contender Series" por meio da ESPN+, plataforma digital da empresa de telecomunicações.

Agora, a ESPN confirmou que o acerto chega a US$ 1,5 bilhão (o equivalente a R$ 5,5 bilhões) ao longo dos cinco anos de contrato. Desta forma, a emissora vai transmitir 30 shows do tipo Fight Night, deles deles na televisão e os outros 20 por streaming (plataforma digital). Além disso, em 2019, vai exibir os cards preliminares de 12 eventos pay-per-view do Ultimate.

O presidente da TV americana, Jimmy Pitaro, afirmou que a "incomparável estrutura multimídia" da ESPN será a "casa perfeita" para a maior organização de MMA do mundo. "Os fãs do UFC são apaixonados e leais. Planejamos oferecer todo o poder da nossa cobertura ao vivo, a nossa narrativa poderosa e uma distribuição inigualável, para atendê-los de uma maneira sem precedentes", falou.

Dana White, por sua vez, lembrou o clássico slogan da emissora para dizer que o Ultimate agora está "na líder mundial em esportes". "Todo ano, nos últimos 18, fizemos algo para levar o esporte a outro patamar. E foi o que fizemos com este contrato", disse.

A Fox, parceira do UFC nos últimos oito anos, investiu recentemente na compra de eventos da WWE, a principal liga de telecatch do mundo, o que pode ter contribuído para a saída do Ultimate de sua grade.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!