Topo

Esporte

Rafael dos Anjos e Robert Whittaker lutam por afirmação no UFC Chicago

Ag. Fight

09/06/2018 06h00

As duas disputas de cinturão do UFC 225, que acontece neste sábado (9), têm uma característica marcante em comum: elas podem ser a grande confirmação do potencial para Robert Whittaker e Rafael dos Anjos. O australiano, que já venceu Yoel Romero uma vez, terá de mostrar que a primeira luta entre os dois ? na qual era azarão ? não foi um acidente de percurso; o brasileiro, que tenta o título interino dos meio-médios (77 kg), tem a oportunidade de provar que é alguém a ser batido na nova categoria.

De última hora, o duelo pelos médios (84 kg) ganhou mais um tempero: Romero não bateu o peso. E, da última vez que isso aconteceu, o cubano nocauteou seu adversário, Luke Rockhold. Ainda que o confronto não valha mais o cinturão e que o australiano permaneça campeão em caso de derrota, perder a luta o transformaria em detentor do título apenas no papel. Seu desafio é manter a motivação apesar da redução da importância do combate.

Já no caso de Rafael, ex-campeão dos leves (70 kg), vencer Colby Covington serve de dupla afirmação - na própria divisão, uma vez que ele chegou sob desconfiança por ser considerado pequeno para a categoria, e também em relação à torcida. Isso porque 'Caos', seu adversário pelo cinturão interino, tem se dedicado a xingar os torcedores brasileiros desde que enfrentou - e venceu - Demian Maia, em outubro de 2017. Uma vitória sobre o talentoso americano poderia render, além do segundo título do UFC, mais moral diante do público do país.

O evento também marca o retorno ao octógono de CM Punk. O ex-lutador de telecatch teve estreia frustrante no Ultimate, perdendo em pouco mais de dois minutos para Mickey Gall. Contra Mike Jackson ? jornalista que foi finalizado por Gall em ainda menos tempo ?, o lutador de 39 anos tem a melhor chance de encerrar sua curta carreira profissional com um triunfo.

Além de Dos Anjos, outros dois brasileiros entram no cage neste sábado: Cláudia Gadelha enfrenta Carla Esparza, num duelo aguardado e fruto de uma longa rixa, e Charles 'Do Bronx', que aceitou encarar Clay Guida com 12 dias de antecedência e busca evitar a quarta derrota em cinco lutas.

Confira o card completo e o resultado da pesagem do UFC 225:

Card principal
Médio (84 kg) | Robert Whittaker (83,9 kg) vs. Yoel Romero (84,09 kg)*
Título interino meio-médio (77 kg) | Colby Covington (76,6 kg) vs. Rafael dos Anjos (76,6 kg)
Pena (66 kg) | Megan Anderson (66,2 kg) vs. Holly Holm (66,2 kg)
Pesado (120 kg) | Andrei Arlovski (113 kg) vs. Tai Tuivasa (118,2 kg)
Meio-médio (77 kg) | Phil 'CM Punk' Brooks (76,6 kg) vs. Mike Jackson (77,3 kg)

Card preliminar
Pesado (120 kg) | Curtis Blaydes (115,2) vs. Alistair Overeem (110,6 kg)
Palha (52 kg) | Carla Esparza (52,6 kg) vs. Claudia Gadelha (52,6 kg)
Pena (66 kg) | Mirsad Bektic (66,2 kg) vs. Ricardo Lamas (65,8 kg)
Pesado (120 kg) | Rashad Coulter (112 kg) vs. Chris De La Rocha (118,4 kg)
Meio-pesado (93 kg) Rashad Evans (93 kg) vs. Anthony Smith (93,4 kg)
Mosca (57 kg) | Joseph Benavidez (56,9 kg) vs. Sergio Pettis (57,2 kg)
Leve (70 kg) | Clay Guida (69,8 kg) vs. Charles Oliveira (70,3 kg)
Pena (66 kg) | Dan Ige (66,2 kg) vs. Mike Santiago (65,7 kg)

*Não bateu o peso

Mais Esporte