Topo

Esporte

Brasileiro encara ex-UFC em busca de vaga nas finais de torneio milionário

Ag. Fight

21/06/2018 16h44

O brasileiro Luiz Firmino tentará, nesta quinta-feira (21), derrotar Will Brooks, ex-campeão peso-leve (70 kg) do Bellator, em luta pelo PFL (Professional Fighters League), organização de MMA que ocupa o lugar da extinta WSOF. Em combate válido pelo segundo evento promovido com a nova nomenclatura, Firmino terá pela frente um estreante na liga em sua caminhada rumo ao prêmio de um milhão de dólares (cerca de R$ 4 milhões).

Brooks não luta desde o ano passado, quando fez seu último combate pelo UFC, quando foi finalizado por Nik Lentz, acumulando uma sequência negativa de três derrotas que resultaram na sua não renovação contratual com o Ultimate. Por sua vez, 'Buscape' parece sentir-se em casa. De volta à cidade na qual estreou e venceu nos EUA, o paraibano demonstrou confiança em declaração ao site 'MMA Fighting'. Afinal, em caso de vitória, o brasileiro garante vaga nas finais do torneio de sua divisão.

"Estou feliz de voltar a Chicago e bater em outro 'gringo' em seu quintal. Quinze anos atrás, minha vitória no Shooto Americas me abriu portas no Japão, e desta vez não será diferente. Eu quero essa vitória e ninguém vai tirar isso de mim. Eu não sei ainda o que vou fazer com um milhão de dólares, mas vou ganhar com certeza", garantiu.

Ao analisar a luta em si, Firmino demonstrou conhecimento sobre seu adversário, que, apesar de experiente, de maneira curiosa não costuma se dar bem contra atletas brasileiros. Ainda no UFC, o americano saiu derrotado do octógono em combates recentes contra Charles 'Do Bronx' e Alex 'Cowboy' Oliveira.

"Não há lutas fáceis, mas não acho que esta seja tão difícil. Ele foi campeão no Bellator, teve algumas lutas difíceis com Michael Chandler, mas os outros que lutou não são grandes nomes. Ele enfrentou caras durões no UFC, mas a mesma coisa acontecerá agora. Quando encara brasileiros ele perde, e isso não vai mudar agora no PFL. Tenho certeza que vou vencê-lo no primeiro ou segundo round. Tenho uma boa trocação, bom jiu-jitsu, bom wrestling e não vou dar espaço a ele. Vou colocar pressão nele do começo ao fim e não vou deixá-lo respirar", prometeu.

Aos 36 anos, Firmino buscará manter a invencibilidade na PFL. No evento de estreia da organização ele superou Eddy Ellis, aplicando um nocaute técnico ainda no primeiro round, contabilizando a 21ª vitória ao seu cartel, que também conta oito derrotas na carreira profissional.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte