Topo

Esporte

Ex-desafiante elogia Johnson, mas opina que Cejudo pode iniciar derrocada do campeão

Ag. Fight

24/06/2018 14h25

Diante da incapacidade de derrotar Demetrious Johnson em outubro de 2017, quando enfrentou o campeão dos moscas (57 kg), Ray Borg usa o 'Mighty Mouse' como parâmetro. Segundo declarou o lutador ao site 'MMA Fighting', o revés na disputa do título serviu para mostrar quanto ele ainda precisa evoluir.

Borg conquistou o direito a enfrentar o campeão depois de derrotar Louis Smolka e Jussier Formiga, mas ficou doente na semana do confronto contra 'DJ', originalmente marcado para setembro do ano passado. Um mês depois, acabou finalizado no quinto round.

"Aprendi que meu wrestling é bom, mas não o necessário para vencer DJ. Ele negou muitas das minhas quedas e inverteu muitas das minhas posições. Eu sou um dos melhores do mundo por um motivo. Sou o quarto do ranking, mas há muito mais espaço para evolução do que eu poderia imaginar. Do ponto de vista das habilidades, há um monte de coisas que aconteceram na luta e enfrentamos e melhoramos. Até onde minhas mãos vão, meu wrestling, meu jiu-jitsu. Muitas evoluções técnicas e psicológicas também", falou.

O americano sinalizou sua vontade de ter uma revanche contra Johnson, mas manifestou uma opinião um tanto fora da curva: para Borg, Demetrious não tem como se tornar um lutador melhor. Do auge, é ladeira abaixo. Por isso, Ray opinou que Henry Cejudo, adversário de 'DJ' em 4 de agosto, no UFC 227, pode revelar o início de uma derrocada.

"DJ é, de longe, o cara mais forte que eu já enfrentei. Mas, quando lutamos, tive a impressão de que ele estava no seu ápice. Ele pode talvez ter só mais uma luta no topo. Mas, mesmo se ele derrotar Cejudo, vai ser uma luta muito mais dura para ele. E acho que, assim que ele tiver essa luta complicada, vamos ver o relógio em contagem regressiva em relação a quando ele vai embora", encerrou.

Borg, que passou por um drama com o diagnóstico de que seu filho recém-nascido, Anthony, tem hidrocefalia, citou três nomes como ideias para seu próximo adversário: Sergio Pettis, Wilson Reis e Ben Nguyen.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte