Topo

MMA

Empresário de Khabib afirma que McGregor aceitou luta: "Está sem dinheiro"

Ed Mulholland/AFP
Khabib Nurmagomedov comemora vitória no UFC Imagem: Ed Mulholland/AFP

26/06/2018 16h19

Os rumores de uma luta entre Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov aumentaram nos últimos dias com algumas declarações dos atletas envolvidos. Aproveitando o embalo, Ali Abdelaziz, empresário do campeão dos pesos-leves (70 kg) do UFC, falou em entrevista ao site 'TMZ Sports' que o falastrão irlandês só aceitou o desafio contra o russo porque seu dinheiro está acabando.

A espera pelo aguardado confronto parece estar com os dias contados. De acordo com Ali, existem três possíveis datas para a realização da luta, e todas elas ainda em 2018. Os prováveis eventos do UFC que contariam com esse duelo seriam os de número 229 (6 de outubro), 230 (3 de novembro) e 232 (30 de dezembro).

Entretanto, para o empresário do lutador russo, Conor não deve conseguir aval para lutar em Nova York (EUA), devido a confusão que ele se envolveu em abril deste ano. Sendo assim, o UFC 230 estaria descartado, deixando a disputa entre as edições de 229 e 232, ambas sediadas na cidade de Las Vegas (EUA).

"Conor está ficando sem dinheiro, por isso que ele aceitou lutar com Khabib. Está tudo certo, vamos contribuir para que ele faça um bom dinheiro, mas no final do dia, nós devemos a ele uma surra. Ele precisa levar uma surra de Khabib. Não há nada que Khabib gostaria mais de fazer do que ter Conor trancado dentro do cage e bater nele durante cinco rounds", disse Abdelaziz.

O agente do atleta contou que a vontade de Nurmagomedov era fazer uma superluta contra Georges St-Pierre, no entanto ele garantiu que o russo está mais do que motivado para enfrentar Conor. Ali previu que essa será o maior confronto da história do UFC e aproveitou para criticar a postura do falastrão irlandês.

"Nós não gostamos desse cara, não gostamos do time dele, não gostamos do que ele representa. Ele acha que é um gângster, eu acho que ele não é. Mas quando você se considera um gângster, você será tratado como um. Gângsters normalmente terminam ou na cadeia ou acabam apanhando", ironizou o empresário.

Aos 29 anos, Nurmagomedov permanece invicto no MMA com 26 vitórias em seu cartel como profissional. Já Conor, seu possível próximo adversário, está com a mesma idade do russo e possui 21 vitórias e três derrotas ao longo de sua carreira.