Topo

MMA

Kelvin Gastelum questiona declaração de Dana White: "Fiquei perplexo"

Bruno Braz/UOL
Kelvin Gastelum durante entrevista para o UFC 224 Imagem: Bruno Braz/UOL

26/06/2018 13h09

O lutador peso-médio (84 kg) do UFC Kelvin Gastelum aparenta não entender as declarações feitas por Dana White, presidente da organização, a seu respeito. Na coletiva de imprensa após o evento número 225 do Ultimate, realizado no dia 9 de junho o cartola afirmou que o americano tinha "problemas pessoais" que precisaria resolver, e que por isso não pôde substituir Yoel Romero na disputa pelo título contra o campeão da categoria Robert Whittaker.

De acordo com Gastelum, Dana White, ao notar que Romero talvez não conseguisse alcançar o limite de peso permitido, convidou-o a substituir o desafiante caso isto realmente viesse a ocorrer. No entanto, o convite teria sido feito às vésperas do combate, e o atleta não viu possibilidade de se preparar com tão pouca antecedência para o duelo. Ao programa 'The MMA Hour', apontou que o chefe talvez tenha feito alguma confusão e, por isso, fez tal afirmação.

"Fiquei perplexo. Não sei de onde tirou isto. Imagino apenas que ele esteja chateado comigo por eu não ter aceitado a luta com um dia e meio de antecedência. Gostaria de sentar e conversar sobre o porquê desses comentários. Em momento algum topei fazer este combate. Olhei para minha barriga e pensei: 'Não, acho que não posso fazer isso em um dia e meio'. Cortar o peso com um dia e meio de antecedência, após beber e comer do jeito que eu estava fazendo, provavelmente teria me levado ao hospital", afirmou.

Com a negativa de Gastelum, o combate inicial ocorreu sem valer o cinturão da categoria, uma vez que Romero pesou 90 gramas acima do limite. O americano de 26 anos, que conta com um cartel profissional de 15 vitórias e apenas três derrotas, além de um 'no contest' (sem vencedor), aguarda agora o anúncio de seu próximo embate.