Topo

MMA

Lyoto Machida afirma que UFC tentou, em vão, cobrir proposta do Bellator

Jason Silva/AGIF
Lyoto Machida durante luta principal contra o americano Eryk Anders Imagem: Jason Silva/AGIF

27/06/2018 11h08

Lyoto Machida, que recentemente assinou contrato com o Bellator, declarou que seu antigo empregador, o UFC, tentou, em vão, cobrir a oferta feita por Scott Coker, presidente da segunda maior organização de MMA do planeta - atrás apenas do Ultimate. Durante coletiva de imprensa, em declaração ao site "MMA Junkie", o Dragão apontou que houve contato do antigo 'patrão' apenas depois de ele já ter firmado acordo verbal com a empresa administrada pela Viacom, conglomerado de comunicação.

Ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC, Lyoto demonstrou empolgação com a nova casa e sugeriu que não há outro atleta com características peculiares como as dele entre seus novos colegas de profissão. Machida é faixa preta de caratê, modalidade de luta que não é tão popular entre os praticantes das artes marciais mistas.

"Quando o UFC me contatou já era tarde, porque dei minha palavra ao Sr. Coker, e sou um homem de palavra. Estou em casa, muito feliz, e mal posso esperar para lutar novamente. Meu estilo é muito único aqui, sou um verdadeiro artista marcial, e é isso que o Bellator também quer. Acredito que poderei mostrar tudo o que tenho", declarou.

Com 24 vitórias em sua carreira profissional, o brasileiro de 40 anos, vai buscar no Bellator reviver os bons tempos do UFC, quando obteve oito vitórias em suas primeiras oito lutas e faturou o cinturão. Para tanto, Lyoto deverá tentar manter o recente retrospecto no octógono, no qual derrotou Eryk Anders e Vitor Belfort em suas duas últimas lutas, ainda no Ultimate.