Topo

Esporte

Aos 40, Cristiano Marcello celebra retorno ao MMA: "Caiu como uma luva"

Alexandre Loureiro/inovafoto
16.fev.2014 -Joe Proctor acerta gancho de esquerda no queixo de Cristiano Marcello; americano venceu por decisão unânime no UFC Jaraguá Imagem: Alexandre Loureiro/inovafoto

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

28/06/2018 14h10

Em uma semana marcada pelo anúncio das aposentadorias de Rashad Evans, Johny Hendricks e Felipe 'Sertanejo', a notícia do retorno de Cristiano Marcello ao MMA serve como alento aos fãs que priorizam combates entre veteranos do esporte. E aos 40 anos, o líder da equipe CM System parece manter a empolgação que marcou sua carreira em eventos como Pride e UFC.

Conforme anunciado em primeira mão pelo site 'Combate.com', desta vez, porém, sua casa será o Brave CF, torneio sediado no Bahrein e que foi criado no final de 2016. A partir daí, já foram 13 eventos organizados e nove países visitados. Ritmo que deve aumentar ainda mais no segundo semestre deste ano.

"Desde o último Brave no Brasil, houve uma conversa sobre a minha volta. Começou assim, até chegar nesse acerto de três lutas e de fazer a estreia ainda este ano, em novembro ou dezembro. Em relação a luta, eu sou 'facinho' . Chegamos a um acerto, e o Brave está entre os maiores do mundo, caiu como uma luva", celebrou Cristiano Marcelo durante conversa com a reportagem da Ag. Fight.

Sem competir profissionalmente desde fevereiro de 2014, o especialista em jiu-jitsu garante novo foco na atual fase de sua carreira. Sem pretensões de se tornar campeão do evento, o veterano parece disposto a travar combates de interesse não apenas do show, mas também dos fãs.

"Serão superlutas. Não tenho pretensão de estar atrás de cinturão. Minha primeira de vale-tudo foi em 1997. É a minha paixão, sempre fui competidor, está dentro de mim. Enquanto eu tiver forças e for valorizado, estou aí. Quero fazer pelos meus filhos, quero que eles me vejam lutando. E serve de incentivo aos mais novos da academia", analisou.

Com três lutas no contrato, Cristiano Marcello ainda não tem data, local ou rival para sua estreia. No entanto, a pedido do próprio competidor, seu retorno será realizado no final do ano. Nesse meio tempo, ele terá o período necessário para retomar a forma física para competir em alto nível.

"Estou parado faz quatro anos, por isso pedi para ser no fim do ano. Quero ajeitar a máquina, ajeitar o corpo, e tratar lesões. Quero estar 100%. Estou blindando a carcaça de volta. Vou fazer como tem que ser feito", prometeu.

De acordo com o atleta, as opções para sua estreia no torneio são o card de novembro, no Bahrein, e o show de dezembro no Brasil, que ainda não conta com uma cidade oficializada como sede. Com 13 vitórias e seis derrotas na carreira, que ainda contou com a participação em uma das edições do TUF (The Ultimate Fighter), Cristiano é treinador de atletas profissionais, dentre os quais o lutador do UFC Elizeu 'Capoeira'.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte