Topo

Esporte

Bisping revela que trabalho fora dos octógonos permitiu aposentadoria definitiva

Ag. Fight

28/06/2018 06h00

Se aposentar é provavelmente a decisão mais difícil para qualquer esportista de alto rendimento, e no MMA não é diferente. É comum lutadores voltarem à ativa após terem pendurado suas luvas, devido à dificuldade de largar a carreira que amam. Entretanto, em entrevista ao site 'MME Weekly', Michael Bisping garantiu que esse não será o seu caso, pois ele planejou outras carreiras fora do octógono.

Aposentado desde maio deste ano, o ex-campeão dos pesos-médios (84 kg) do UFC revelou que, enquanto ainda lutava, analisou outros rumos para seguir para quando sua carreira como atleta terminasse. Bisping admite que se não tivesse outras opções de trabalho, talvez ainda estivesse em ação no MMA.

"Se não fosse por isso, eu não acho que eu teria . Mesmo com as lesões e todo o resto, eu provavelmente teria ficado por aqui e tentado receber mais alguns dias de pagamento. Mas com todas essas outras coisas acontecendo, tenho certeza de que não preciso mais fazer isso. Sou eternamente grato pelas experiências, pelo UFC e por tudo. Mas era a hora certa de parar", frisou o inglês.

Atualmente o ex-lutador é comentarista esportivo no reality show de Dana White 'Tuesday Night Contender Series' e recebe muitos elogios em sua nova função. Além disso, 'The Count' está envolvido na criação e expansão de academias de MMA na Inglaterra. No entanto, seu maior objetivo após pendurar as luvas é seguir a carreira de ator, na qual ele já se aventurou em algumas oportunidades, como no filme 'xXx: O Retorno de Xander Cage'.

"Esse é meu foco principal. Tenho todas essas outras coisas, mas a atuação é onde meu foco principal está, tenho muita paixão por isso. Eu tenho um ótimo agente, muitas coisas borbulhando, muitas coisas acontecendo. Ele está comigo por um tempo 'Mike, você precisa se aposentar para se concentrar nisso corretamente'. Obviamente essa não foi a razão pela qual me aposentei. A razão foi porque era a hora certa para eu me afastar. Mas agora posso me concentrar nisso 100%. Vamos ver o que podemos fazer, vamos mirar nas estrelas", revelou Bisping.

Ao fazer um balanço de tudo que já viveu, o lutador se mostra satisfeito com tudo que conquistou em sua carreira. Para o inglês, ele poderia continuar a lutar e conquistar mais vitórias, mas ele lembra que uma hora você realmente tem que parar.

"Eu lutei ao redor de todo o mundo. Tive muitas vitórias, lutas, nocautes significatvos, conquistei o cinturão, ganhei algum dinheiro. Quero dizer, qual é o objetivo de continuar? Em algum momento você precisa parar. Eu poderia ter continuado e ganhado mais algumas lutas? Com certeza eu poderia, mas preciso me concentrar agora no próximo capítulo da minha vida", estipulou o ex-campeão.

Michael Bisping conquistou em sua carreira como profissional no MMA 30 vitórias e sofreu nove reveses. Sua última luta foi em novembro de 2017 contra Kelvin Gastelum. Na ocasião, o inglês foi derrotado por nocaute e não atuou mais como lutador desde então.

Mais Esporte