Topo

MMA

Festa morna! Card dos 25 anos do UFC é realizado sem nenhum top 3

Ethan Miller/Getty Images
Dana White, presidente do UFC Imagem: Ethan Miller/Getty Images

10/11/2018 06h00

Em uma festa de aniversário é garantido que ao menos uma pessoa será a grande protagonista do evento, mas o UFC prova que para toda regra existe uma exceção. Isso porque no card que celebra os 25 anos do primeiro show da organização neste sábado (10), o que mais chama a atenção é justamente a ausência de uma grande estrela do esporte.

Leia mais:

UFC faz 25 anos buscando meio-termo entre quem fala muito e quem luta muito

No entanto, a falta de um 'líder' para este card se deu justamente por uma lesão. Escalado originalmente para a luta principal do evento, Frankie Edgar se machucou e foi obrigado a deixar o card comemorativo. O ex-campeão dos pesos-leves (70 kg) enfrentaria Chan Sung Jung, conhecido como 'Zumbi Coreano', que agora lidera o UFC Denver (EUA) contra Yair Rodriguez.

A falta de atletas de renome é constatada também nas posições dos competidores no ranking do evento, uma vez que nenhum top 3 foi escalado para este show. As lutadoras mais bem colocadas do card dos 25 anos do UFC são Raquel Pennington, que ocupa a quarta posição, e sua rival Germaine Randamie, quinta colocada na divisão dos pesos-galos (61 kg).

Um nome que podia protagonizar o show seria o de Donald Cerrone, mas o ex-desafiante ao cinturão do UFC já não vive mais o auge da carreira. Por isso, 'Cowboy', atual número 12 dos meio-médios (77 kg), terá de se contentar com o 'co-main event' do card. O adversário do veterano será Mike Perry - atleta não ranqueado -, com quem o americano criou uma rivalidade após um desentendimento interno de sua ex-equipe de treinos - 'Jackson-Wink MMA'.

Embora o evento que celebra os 25 do Ultimate não esteja recheado de estrelas, os brasileiros possuem motivo para ficar de olho no card, uma vez que a nova promessa do MMA nacional fará sua estreia na maior organização do mundo. Após conquistar sua vaga no UFC através do 'Contender Series Brasil', Thiago Moises enfrenta o experiente Beneil Dariush em combate válido pelos pesos-leves (70 kg).

Ainda na mesma divisão, teremos outro brasileiro: Davi Ramos. O carioca fará, por sua vez, sua quarta luta no Ultimate em confronto contra John Gunther. O duelo promete ser um dos maiores desafios da carreira do 'Tasmanian Devil', uma vez que seu adversário ainda não perdeu como profissional de MMA.

Após 25 anos de história, o Ultimate aterrissa novamente em Denver, nos Estados Unidos, como uma forma de homenagem ao passado. O primeiro card do Ultimate foi realizado dia 13 de novembro de 1993, justamente na cidade americana que sediará o evento deste sábado.