Topo

MMA

Charles "Do Bronx" admite possibilidade de seguir carreira no peso-leve

Leandro Bernardes/Ag. Fight
Charles do Bronx após vitória sobre Christos Giagos Imagem: Leandro Bernardes/Ag. Fight

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

13/11/2018 06h00

Querer nem sempre é sinônimo de poder, e essa máxima se encaixa como uma luva para o momento que vive Charles "Do Bronx". O brasileiro, que por diversas vezes demonstrou o interesse de retornar aos pesos-penas (66 kg), parece aos poucos se acostumar com a ideia de se manter na divisão dos leves (70 kg). Isso porque, em entrevista exclusiva à Ag Fight, o lutador já esboçou o que teria de ser feito caso realmente permaneça na categoria de cima.

Inclusive, o próximo compromisso de Charles no UFC será na divisão até 70 kg, quando o paulista terá pela frente um velho conhecido: Jim Miller - há oito anos, Do Bronx foi finalizado pelo americano em um confronto que marcou a perda de sua invencibilidade no MMA. De acordo com o atleta da 'Chute Boxe', ele irá definir em que categoria competirá na temporada 2019 após a luta contra seu algoz no dia 15 de dezembro em Milwaukee (EUA).

"Quero muito descer para 66 kg, vou fazer essa luta de novo de 70, vamos ver o que a gente vai fazer. Creio eu que se a gente for ficar nessa categoria, tenho que ficar forte, como todo mundo é forte. Acho que eu ando com um peso para lutar de pena, então creio eu que se a gente continuar lutando de 70, vamos fazer um trabalho para ficar mais forte. Vamos lutar contra o Jim Miller, fechar o ano com chave de ouro, três lutas e três vitórias e em 2019 a gente vai ver se vai ficar na categoria de baixo ou na de cima", admitiu o brasileiro.

Ainda sobre seu próximo rival, Charles garantiu que em dezembro de 2018 o confronto contra Jim Miller será diferente do duelo contra o americano, realizado no mesmo mês, no ano de 2010. Na época, Do Bronx fazia apenas sua terceira luta dentro do Ultimate, hoje o brasileiro já soma 21 combates no UFC, além de deter o recorde de maior número de finalizações dentro da organização - com 11 ao todo.

"Miller é um cara duríssimo. Mas eu era só um menino naquela época, já tem alguns anos aquela luta, o Jim Miller é um monstro, está vindo de vitória também. Eu estou numa fase completamente diferente da minha vida, respeito muito o Jim Miller, mas tenho plena certeza da minha vitória", cravou Do Bronx, em entrevista exclusiva à Ag Fight.

"Cada um teve a sua evolução, lutou com caras de grande nível, caras muito bons. Mas acho que estou numa fase muito boa da minha vida e acho que vai ser uma grande luta, como foi a primeira. A primeira luta eu acho que eu fui muito afoito para cima do Jim Miller. Eu também estou bastante experiente, sou um homem formado, então a luta vai ser completamente diferente da outra", analisou o paulista de 29 anos.

Uma vitória diante de Miller pode definir a estadia de Charles em definitivo nos pesos-leves - seria a quarta em cinco confrontos desde que retornou à divisão de até 70 kg, em abril de 2017. Ao longo de sua carreira como profissional, o brasileiro soma 24 triunfos, oito derrotas e um 'no contest' (luta sem resultado).