Topo

MMA

Dana White confirma saída de Sage Northcutt, promessa do UFC

Juan DeLeon/AP Photo
Imagem: Juan DeLeon/AP Photo

Ag. Fight

28/11/2018 07h00

Uma das principais promessas recentes do MMA deu adeus oficialmente ao Ultimate. Isso porque Dana White confirmou nessa terça-feira (27), em participação no podcast de rádio 'Unfilterd', que Sage Northcutt está fora dos planos da empresa. O anúncio do presidente do UFC surpreendeu, pois, o atleta em questão era apontado com uma revelação com um futuro de sucesso pela frente.

'Super', como é conhecido, chegou invicto ao Ultimate em 2015. Desde então, o jovem de 22 anos somou seis vitórias e duas derrotas na maior organização de MMA do mundo. Em sua estreia no UFC, Northcutt teve seu potencial como garoto propaganda avaliado, uma vez que o lutador impressionava pela boa aparência, além das performances impressionantes em outras ligas menores.

Por todos esses fatores, a não renovação contratual da sensação dos meio-médios (77 kg) após apenas três anos de UFC, de certa forma, surpreende. Mas, talvez até por conta do potencial que Sage carrega consigo, Dana White não descartou a possibilidade de recrutar o jovem americano para o Ultimate novamente no futuro.

"O contrato dele acabou, então deixamos ele ir. Sage é jovem, e precisa de experiência. Então deixe ele lutar em alguma dessas outras organizações e nós veremos como ele estará daqui a alguns anos e, talvez, nós o contratemos de novo", declarou Dana White.

Ainda durante sua participação no podcast, o chefão do Ultimate comentou sobre os rumores da extinção da divisão dos pesos-moscas (57 kg). Apesar de não cravar o fim da categoria, Dana alimentou os boatos que envolvem o tema ao admitir que a categoria mais leve do MMA nunca vingou no que diz respeito ao interesse dos fãs.

"A divisão dos moscas apenas nunca engrenou, nunca vingou. Mesmo com um campeão dominante como Demetrious, nunca vingou. As pessoas não ligavam. Eu batalhei por muito tempo, tentei manter a categoria viva e obviamente, ela ainda está aí. Ainda temos lutas acontecendo nessa categoria, mas veremos o que o futuro reserva para ela", revelou o cartola do UFC.

O que resta aos fãs de MMA e também à imprensa especializada é aguardar, para comprovar se a superluta entre Henry Cejudo e T.J realmente marcará o fim dos pesos-moscas no maior show de MMA do mundo. O confronto está agendado para o dia 26 de janeiro, em Anaheim (EUA).