Topo

Esporte

Em card na Austrália, 'Cigano' mira primeira sequência de vitórias desde 2012

Ag. Fight

01/12/2018 06h00

Mesmo tendo perdido o cinturão peso-pesado do UFC em 2012, Júnior 'Cigano' nunca saiu da relação de possíveis desafiantes ao título. Sempre a uma ou duas vitórias de um 'title shot', o catarinense radicado na Bahia passou os últimos seis anos enfrentando rivais diretos na batalha pelo ouro. Neste sábado (1º), entretanto, o lutador encara uma situação diferente: vai enfrentar o 11º colocado do ranking, Tai Tuivasa, no combate principal do UFC Adelaide.

O momento inusitado da carreira pode colocar Cigano, também, em uma sequência de vitórias que ele não vive desde que ainda era campeão. A partir de dezembro de 2012, quando foi derrotado por Cain Velasquez na segunda das três lutas entre eles, Júnior alternou triunfos e reveses contra grandes nomes da divisão.

Agora, contra Tuivasa, de apenas 25 anos, o brasileiro tem mais uma chance de se manter na coluna das vitórias - já que, em julho deste ano, venceu o estreante Blagoy Ivanov, ex-campeão do WSOF, por decisão.

Australiano, Tai terá o apoio da torcida em Adelaide, mas seu estilo de luta é, ao menos em teoria, favorável a Cigano. Conhecido pela movimentação fluida e o boxe afiado, Júnior terá em 'Bam Bam' um adversário mais plantado, cujo jogo favorece o seu 'bate-sai'.

Além do ex-campeão peso-pesado, dois outros brasileiros estarão no card sediado no Adelaide Entertainment Centre, arena com capacidade para 11 mil pessoas. Tanto Maurício 'Shogun' quanto Wilson Reis tentam reencontrar o caminho das vitórias. O veterano meio-pesado (93 kg) enfrenta Tyson Pedro, lutador da casa, enquanto o peso mosca (57 kg) tenta superar Ben Nguyen.

O UFC Adelaide será transmitido no Brasil pelo canal 'Combate', a partir das 21h55 de Brasília. O card principal está previsto para começar à 1h.

Mais Esporte