Topo

Esporte

Antes do UFC 231, Ortega manifesta preocupação com saúde de campeão

Ag. Fight

04/12/2018 10h17

Max Holloway passou por uma situação difícil antes do UFC 226, quando, visivelmente lento e fora de seu comportamento normal, foi retirado do card na semana do evento por precaução. Neste sábado (8), liberado pelos médicos que o acompanham, o campeão peso-pena (66 kg) terá uma nova oportunidade de enfrentar Brian Ortega. Mas o desafiante declarou, em entrevista coletiva realizada em Los Angeles (EUA), que não está tranquilo em relação às condições de saúde do 'Abençoado'.

Aos jornalistas, 'T-City' afirmou que nem tudo ficou esclarecido sobre o que o campeão sofreu em julho, o que causa preocupação. Segundo Ortega, gera apreensão o fato de que Max estará sujeito aos mesmos gatilhos que desencadearam seu problema.

"Nós dois fizemos um programa no Canadá e aquela foi a primeira vez que eu ouvi falar sobre aquilo. Ele estava tipo: 'Ainda não sabemos o que é'. Eu o observei ao longo do show tipo: 'O que você quer dizer com você não sabe o que é? Eu estava tipo: 'Você está falando sério? E nós estamos marcados já não tão longe de agora'. Não sei. Eu oro pelo cara e espero que ele esteja bem", declarou.

"Ele fez todo o caminho do camp de treinamento. Isso sempre dá certo. São só esses... Não sei se o corte de peso desperta alguma coisa. Não sei o que é. Ele não sabe o que é. Mas há uma preocupação sobre. Obviamente, ele é o melhor e quero enfrentá-lo. É por isso que ele tem o cinturão. Para mim, enfrentá-lo asseguraria meu nome no topo também", afirmou, de acordo com transcrição do site 'MMA Fighting'.

No UFC 226, com o cancelamento do combate, Ortega também saiu do card. Desta vez, o Ultimate designou Renato 'Moicano', quarto colocado do ranking, como reserva para o duelo. Assim, após qualquer imprevisto, o brasileiro estará pronto para disputar o cinturão. Brian afirmou que toparia encará-lo, desde que o título esteja mesmo em jogo após uma eventual saída de Holloway.

"Eu vou enfrentar quem quer que eu tenha de enfrentar. Se for pelo cinturão e eles disserem que Max não pode lutar, eu não posso fazer aquilo com os fãs duas vezes. Independentemente , no sábado, eu vou lutar, não importa contra quem", finalizou.

Mais Esporte