Topo

MMA


Lutadora do UFC exibe corte no olho que causou nocaute inusitado

Divulgação/InvictaFC
Cat Zingano, lutadora de MMA Imagem: Divulgação/InvictaFC

Ag. Fight

2018-12-30T17:37:58

30/12/2018 17h37

No último sábado (29), Cat Zingano sofreu uma derrota de uma das formas mais inusitadas já vistas no MMA. Logo no início do primeiro assalto, Megan Anderson, sua adversária, aplicou um chute alto que passou de raspão na cabeça da americana. No entanto, 'Alpha' sentiu o golpe de forma exagerada para o impacto sofrido, e chegou a se virar de costas e pedir para o juiz paralisar o duelo momentaneamente - o que não é permitido. Com a peso-pena (66 kg) basicamente fora de combate, bastou uma breve sequência de socos por parte da australiana de 1,82 m para que a fatura fosse liquidada.

Logo após o confronto, foi possível entender o que aconteceu. A unha do pé de Megan atingiu e cortou a pálpebra do olho de Zingano, que ficou sem ação. Para sorte da americana, quando o golpe atingiu seu rosto ela estava de olhos fechados. Caso contrário, poderia haver danos mais graves à visão da atleta de 36 anos.

"Eu estava preocupada que meu olho estivesse rompido. Eles (médicos) disseram que vou ficar bem esta noite. Obrigado a todos pela sua preocupação. Qual a opinião de vocês com relação a uma dedada no olho com a mão (ser golpe ilegal) e uma dedada com o pé ser considerado um nocaute técnico?", escreveu Cat através de suas redes sociais.

O resultado oficial da luta foi vitória por nocaute técnico a favor de Megan. No entanto, a situação inusitada abre brechas para que o Ultimate conceda uma revanche imediata para Zingano, que praticamente não foi capaz de colocar seu jogo em prática. A possibilidade de um novo duelo foi inclusive abordada por Anderson, que afirmou aceitar um novo combate com a americana logo após ser declarada vencedora no octógono.