Topo

MMA


Cyborg minimiza derrota em mensagem nas redes: "Cinturão é simbólico"

Gary A. Vasquez-USA TODAY Sports
Cris Cyborg é atendida após ser nocauteada por Amanda Nunes no UFC 232 Imagem: Gary A. Vasquez-USA TODAY Sports

Ag. Fight

2018-12-31T13:54:25

31/12/2018 13h54

Inglewood (EUA) foi o palco que marcou o fim de um dos maiores reinados da história do MMA. Foi lá que, no último sábado (29), Amanda Nunes nocauteou Cris 'Cyborg' em apenas 51 segundos e se sagrou a primeira mulher bicampeã do UFC. E apesar do revés brutal, a curitibana parece ter digerido bem, na medida do possível, a perda do cinturão dos pesos-penas (66 kg).

Isso porque, por meio de suas redes sociais, Cris publicou uma mensagem logo após sua derrota para Amanda. Durante o texto, Cyborg faz uma reflexão sobre a vida e agradece aos fãs pelo apoio. 'Leoa' foi apenas a segunda mulher que conseguiu superar a curitibana dentro de um octógono - feito alcançado anteriormente apenas por Erica Paes, em 2005.

"Hoje não foi nosso dia, mas galera quero que saibam que sou muito grata pelo carinho de vocês! A vida é assim, um dia perdemos e um dia vencemos! Cinturão para mim sempre foi algo simbólico, o mais importante é ser campeão na vida das pessoas fazendo diferença nesse mundo! Obrigada Deus estou com você na vitória e na derrota até o fim dos meus dias! ", escreveu a atleta da Chute Boxe.

O pronunciamento através das redes sociais foi antes mesmo da coletiva de imprensa após o show. Durante a cerimônia oficial da organização, Cyborg pediu por uma revanche imediata contra Nunes. No entanto, Dana White desconversou sobre o assunto, ao afirmar que a maneira com que Amanda superou a curitibana não deixou dúvidas para um possível próximo duelo.