Topo

Esporte


Cat Zingano apela para tornar derrota no UFC em 'no contest'; entenda

Ag. Fight

14/01/2019 13h51

Derrotada por Megan Anderson em sua última apresentação no octógono, Cat Zingano parece disposta a anular o resultado oficial da disputa e garantir um 'no contest' (sem vencedor) para o combate realizado em dezembro. Para isso, a americana aposta na forma inusitada como as ações foram interrompidas no cage.

Logo nos segundos iniciais do confronto, Megan acertou um chute alto de raspão no rosto de Cat, que imediatamente deu sinais que não conseguiria mais competir. Afinal, um dos dedos do pé da rival tinha acertado seu olho e rasgado sua pálpebra direita, a impossibilitando de piscar. E é com essa narrativa que Nathan Gable, advogado da americana, revelou ao site 'MMA Junkie' que ele e sua cliente já fizeram o pedido formal para que o resultado da luta seja alterado.

"A linguagem das 'Regras Unificadas' em relação à lesão no olho não é completa e os exemplos listados, ou seja, 'atingir os olhos por meio de dedos, queixo ou cotovelo', não significam os únicos métodos pelos quais uma falta pode ocorrer. Primeiro, a linguagem é claramente aberta, começando com 'olho arranhado de qualquer tipo...' Se as 'Regras Unificadas' pretendessem limitar essa falta apenas aos exemplos que se seguiram e excluir os dedos dos pés dessa falta, esta regra teria sido escrita com linguagem limitadora, como 'apenas a perfuração dos olhos por meio de dedos, queixo ou cotovelo é ilegal', e omitiria as palavras 'de qualquer tipo'", detalhou.

De fato, esse golpe abre brechas para discussões e inclusive para uma reformulação do texto das regras, independentemente do resultado da apelação jurídica da atleta - protocolada no último dia 7 de janeiro. Caso Zingano vença o desafio e consiga anular sua derrota, uma revanche entre elas ganha ainda mais força para ser remarcada em breve.

Mais Esporte