Topo

MMA


Fã de Jon Jones, brasileiro diz: "tenho ferramentas para ganhar dele"

Reprodução
Vinicius Alves "Mamute" Imagem: Reprodução

Fábio Oberlaender, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

2019-01-18T06:00:19

18/01/2019 06h00

Vinicius 'Mamute' realizará apenas o seu primeiro duelo no octógono do UFC no próximo sábado (19), mas o brasiliense já pensa alto e garante que possui "ferramentas" para derrotar até mesmo Jon Jones, atual campeão dos meio-pesados (93 kg) e um dos maiores lutadores da história do esporte. Para isso, o atleta revelado no programa 'Contender Series Brasil', destacou que a sua especialidade, o jiu-jitsu, seria o elemento capaz de surpreender Jones em um hipotético desafio.

Em entrevista exclusiva à Ag. Fight, o brasileiro exaltou o lutador americano, de quem se declarou fã, e o apontou como o melhor lutador do UFC apesar das atitudes questionáveis do americano, como o uso de anabolizantes e o consumo de drogas - ambos apontados em exames antidoping. Ainda assim, Mamute destacou que, dentro do octógono, Jones "reina" entre os meio-pesados e, por isso, existe a vontade de enfrentá-lo, mesmo que esta possibilidade esteja muito distante de acontecer.

"Sou fã do Jon Jones, na minha opinião ele é o melhor não só da categoria, como do UFC. Ele é o mais completo, um verdadeiro campeão. Tem algumas atitudes suspeitas fora do octógono, mas dentro dele ninguém pode falar mal do cara. Ele realmente reina. (...) Tenho vontade de enfrentar ele, mas um passo de cada vez. Ele está vários degraus acima de mim, mas acho que tenho ferramentas para ganhar dele, surpreendê-lo. O jiu-jitsu sempre surpreende, né? E essa é minha área, então acho que poderia surpreendê-lo", projetou.

'Mamute' estreará no UFC contra Alonzo Menifield, que está invicto na carreira profissional. O americano possui diversas similaridades com o lutador brasiliense, como o fato de também ter sido contratado pelo Ultimate após se destacar no programa 'Contender Series', além de também realizar, no próximo sábado, a primeira luta pela maior organização de MMA do planeta. No entanto, as suas especialidades como lutadores são bastante distintas. Enquanto Vinicius é um perito no grappling (luta agarrada), o seu oponente se destaca pela habilidade na luta em pé. Apesar disso, o brasileiro garante que está bem treinado na 'trocação' e, assim, poderia surpreender o seu oponente.

"Vi algumas lutas dele, é um cara muito explosivo, gosta da luta em pé, tem mãos rápidas, é muito forte, realmente é um adversário que não se pode desprezar. Mas a gente treinou bastante a área do grappling em geral, vamos explorar bastante isso. Treinamos trocação também, como tenho a envergadura maior que a dele posso fugir um pouco da trocação, usar bastante os chutes, e, se for para o chão, o objetivo é terminar a luta o quanto antes. Finalizando ou aplicando nocaute técnico. Mas não será surpresa se eu aplicar um nocaute também", destacou.

Aos 29 anos, 'Mamute' tentará, em sua estreia pelo UFC, alcançar a décima vitória em seu cartel profissional no MMA, que também conta com uma derrota. Já Alonzo, dois anos mais velho, está invicto com sete triunfos na carreira. Independente do resultado do confronto, Vinicius destaca que já realizou um de seus sonhos, que era o de estrear na organização, mas garantiu que está plenamente focado na luta, que seria "apenas o começo" da longa trajetória que ainda planeja percorrer no Ultimate.

"Minha expectativa são as melhores possíveis. Estou focado na reta final do meu corte de peso. Não fico preocupado pensando naquela mega-estrutura, transmissão em TV aberta nos EUA... Não fico pensando muito para não dar ansiedade. Só quero fazer o meu trabalho, focar na minha luta, para não ficar com o peso nas costas. Acho que muitos lutadores pecam nisso, pensando além do presente. (...) Chegar aqui no UFC foi um grande marco para mim. Acho que é o sonho de todo o lutador e esse é apenas o começo", concluiu.