Topo

MMA


Estreias, mistério e possível fim dos pesos-moscas marcam 1º UFC de 2019

Diego Ribas/Ag. Fight
Henry Cejudo derrota Demetrious Johnson no UFC 227 Imagem: Diego Ribas/Ag. Fight

Ag. Fight

2019-01-19T10:00:21

19/01/2019 10h00

Como não poderia deixar de ser, o primeiro card do UFC na temporada de 2019 está repleto de atrações à parte. Apesar de não se tratar de um evento numerado - tradicionalmente os mais importantes -, o evento deste sábado (19) em Brooklyn (EUA) contará com a disputa do cinturão dos pesos-moscas (57 kg), em uma superluta entre os campeões Henry Cejudo e T.J. Dillashaw.

E, pelo que parece, o campeão olímpico de wrestling não defenderá apenas seu cinturão neste sábado, mas também a continuidade de sua categoria. Apontada como pouco atrativa e rentável, a divisão dos moscas tem tido sua permanência questionada para o ano de 2019.

E os rumores de um possível fim da categoria até 57 kg só aumentaram após a oficialização da superluta entre T.J. e Cejudo. A descida de peso do atual campeão dos galos (61 kg) confirmou os rumores de que o UFC está planejando o encerramento da divisão mais leve entre os homens - principalmente em caso de vitória de Dillashaw em Brooklyn. Mas, no entanto, essa não é a única atração à parte fora dos octógonos para esta edição do Ultimate, que terá algumas estreias.

O card do UFC Brooklyn contará o mais novo cinturão da organização. O novo modelo foi divulgado nessa sexta-feira e já entrará em vigor na primeira edição da temporada. Portanto, Cejudo ou T.J. terão a honra de ter o prêmio ilustre erguido pela primeira vez na história.

Como se não bastasse, o show ainda marcará o fim de uma era do evento. Após oito anos de parceria com o canal esportivo 'Fox Sports', o Ultimate encerrou o contrato e estabeleceu um vínculo de transmissão com uma nova emissora. A partir deste sábado, a 'ESPN' americana terá os direitos de transmissão da maior liga de MMA do planeta.

E para representar o Brasil na estreia do Ultimate na temporada, três atletas entram em ação. Ariane Lipski, Vinicius 'Mamute' e Glover Teixeira adentram no octógono do 'Barclays Center' para defender as cores verde e amarela.