Topo

MMA


Brasileiros perdem todas no card preliminar do UFC Brooklyn

Sarah Stier/Getty Images/AFP
Ariane Lipski (esquerda) foi derrotada por Joanne Calderwood Imagem: Sarah Stier/Getty Images/AFP

Ag. Fight

2019-01-20T00:34:17

20/01/2019 00h34

Com dois brasileiros em ação no card preliminar do UFC Brooklyn, primeiro show de 2019 da maior empresa de MMA do mundo, o destaque ficou por conta da estreia de Ariane Lipski no octógono. E apesar do favoritismo nas bolsas de apostas, a jovem curitibana acabou superada pela mais experiente rival Joanne Calderwood.

Melhor em pé nos instantes iniciais, Ariane sofreu uma queda e passou o restante do primeiro assalto se defendendo no chão, onde chegou a quase ser finalizada em duas ocasiões. Na etapa seguinte, a brasileira demonstrou cansaço e, apesar de defender as tentativas de quedas da oponente escocesa, não conseguiu impôr seu afiado muay thai.

Essa dinâmica se repetiu no round final, quando Ariane, ciente da iminente derrota, derrubou Calderwood e tentou liquidar a fatura no ground and pound. No entanto, a escocesa quase encaixou duas chaves de braço, garantindo a vitória por decisão unânime dos jurados de acordo com todos os jurados.

Estreia frustrante 

Promessa da primeira edição do 'Contender Series Brasil', o meio-pesado (93 kg) Vinicius 'Mamute' foi superado sem grandes dificuldades pelo rival Alonzo Menifield ainda no primeiro assalto. Explosivo, o americano impôs seu ritmo desde o início e obrigou o brasileiro a andar para trás com seguidas sequências de jabs e diretos.

Afoito, Mamute tentou surpreender com chutes rodados e em um deles sua defesa baixa abriu espaço para que um cruzado do americano acertasse seu queixo e o levasse à lona. A seguir, mais alguns golpes no ground and pound obrigaram o árbitro a interromper o confronto no round inicial.

Aposentadoria

Ex-top 5 da divisão dos pesos-penas (66 kg), Dennis Bermudez fez as pazes com a vitória ao superar Te Edwards por decisão unânime. Para isso, porém, ele precisou subir de categoria para, como peso-leve (70 kg), dar fim à sequência de quatro derrotas seguidas no octógono.

Depois de três rounds em que pôde mostrar sua superioridade física, o atleta de 32 anos surpreendeu os fãs presentes no ginásio na cidade de Nova York (EUA) ao anunciar que iria se aposentar para cuidar de problemas pessoais.

E como gesto oficial do final de sua carreira, Bermudez deixou suas luvas no centro do octógono, enquanto era aplaudido de pé pela torcida. Lutador profissional de MMA desde 2009 e vice-campeão do TUF dois anos depois, o atleta abandona os octógonos com um cartel de 17 vitórias e nove derrotas.

Acompanhe os resultados do card preliminar do UFC Brooklyn

Joanne Calderwood venceu Ariane Lipski por decisão unânime;
Alonzo Menifield nocauteou Vinicius 'Mamute' no 1º round;
Cory Sandhagen finalizou Mario Bautista no 1º round;
Dennis Bermudez venceu Te Edwards por decisão unânime;
Geoff Neal venceu Belal Muhammad por decisão unânime;
Chance Rencountre finalizou Kyle Stewart no 1º round.