Topo

MMA


Após 'sinal' de McGregor, Aldo manifesta interesse em revanche pelos leves

Felipe Paranhos, em Fortaleza (CE)

Ag. Fight

2019-02-03T11:48:55

03/02/2019 11h48

José Aldo estabeleceu 2019 como o ano em que faria as últimas três lutas de seu contrato com o UFC, encerrando a carreira em seguida. E, após ganhar a primeira delas, no último sábado (2), contra Renato 'Moicano' no UFC Fortaleza, o ex-campeão dos penas (66 kg) recebeu uma notícia que o deixou interessado: Conor McGregor, seu algoz mais famoso, publicou um post no Twitter no qual mostrou interesse em lutar no Brasil - exatamente onde Aldo pretende fazer suas derradeiras apresentações como lutador de MMA. 

A mensagem de Conor foi ao ar poucos minutos depois de Aldo nocautear Renato no segundo round. A sinalização era clara, e por isso o 'Campeão do Povo' foi questionado durante a entrevista coletiva pós-evento. José declarou estar disponível para uma revanche nos leves, categoria em que o 'Notorious' hoje luta e na qual o brasileiro já demonstrou vontade de se testar.

"Que clima incrível no UFC Brasil hoje à noite. Eu adoraria competir lá, para todos os apaixonados fãs brasileiros, em algum momento da minha carreira. Eu estive tão próximo de fechar uma luta no Rio ano passado. Era praticamente um negócio fechado. Talvez da próxima vez. 'Uh, vai morrer!'. Ainda continuo aqui", escreveu o irlandês, gerando a resposta de Aldo.

"Que coisa linda (...) Seria ótimo. Não sei se essa luta que ele falou que iria fechar no Rio era comigo. Se era, não chegou a mim. (...) Se eu tivesse a oportunidade no peso de cima, para mim seria melhor ainda, porque eu não iria sofrer na parte do peso. Para mim seria ótimo essa luta. Da primeira vez, a gente nem pôde mostrar o nosso trabalho, ele conectou um bom golpe, parabéns para ele, mas se eu tiver essa oportunidade pode ter certeza que o resultado vai ser diferente", animou-se o brasileiro.

Também durante a entrevista coletiva, da qual participou a Ag Fight, Aldo não mostrou empolgação quando perguntado sobre a possibilidade de aceitar um confronto contra Alexander Volkanovski, que recentemente nocauteou Chad Mendes. Já sobre o nome de Brian Ortega, José foi mais receptivo.