Topo

Esporte


Superluta a caminho! Campeãs mundiais de boxe concordam em duelo no peso-casado

Ag. Fight

2019-04-23T08:00:24

23/04/2019 08h00

Apenas seis atletas conseguiram conquistar os quatro principais cinturões mundiais de boxe - Associação Mundial de Boxe (WBA), Conselho Mundial de Boxe (WBC), Federação Internacional de Boxe (IBF) e Organização Mundial de Boxe (WBO) - ao mesmo tempo. E dessa tão seleta lista, duas autoras do feito são mulheres. E, para a sorte dos fãs, Claressa Shields e Cecilia Braekhus, além de competirem na mesma época, concordaram em se enfrentar em um duelo que promete ser o maior da história do pugilismo feminino.

O principal impasse para a realização de um confronto entre as duas seria o peso, já que Claressa compete nos meio-médios (66,7 kg) e Cecilia atua nos pesos-médios (73 kg). No entanto, as atletas entraram em um consenso e assinalaram positivamente para um combate de peso-casado entre as duas categorias originais das campeãs.

"Cecilia Braekhus em um duelo de 70 kg. Eu e ela somos as únicas campeãs mundias invictas da história do boxe feminino. Cecilia luta com 66 kg, eu luto com 73 kg. Acredito que posso perder peso e ela ganhar para lutarmos com 70 kg. Vamos lá! Ela diz que é a melhor peso-por-peso do mundo, eu acredito que sou eu. O único modo de definir isso não é cartel ou experiência e sim com uma luta entre nós", desafiou Claressa, em entrevista ao site 'TMZ Sports'.

"Claressa Shields me desafiou. Ela teve uma vitória impressionante contra Christina Hammer, se manteve invicta, parabéns. Foi uma grande luta para o boxe feminino, mas uma luta contra mim seria um nível completamente diferente. O boxe que ela apresentou me faz querer muito aceitar esse desafio. Há um problema: ela está três divisões acima de mim, há três categorias de peso entre nós. O que significa que eu teria que subir e ela descer, esse problema precisa ser resolvido, e acredito que seja possível. Seria uma grande luta e eu amaria vencer a Claressa Shields, especialmente no momento que ela vive agora", respondeu Cecilia Braekhus, também ao portal americano.

Ambas atletas possuem currículos invejáveis no boxe. Claressa e Cecilia nunca foram derrotadas nos ringues e possuem, respectivamente, nove e 35 vitórias em seus carteis como profissionais. A experiência pode pesar a favor de Braekhus, mas Shields, por sua vez, apesar do retrospecto mais modesto, é bicampeã olímpica de boxe - em Londres (2012) e no Rio de Janeiro (2016), além de ser parceira de treinos de Cris Cyborg. Portanto, caso saia do papel, o espetáculo será garantido.

Mais Esporte