Topo

Esporte


Pedro Munhoz é multado em R$ 10 mil por pular o cage após triunfo no UFC 235

Ag. Fight

2019-04-25T08:00:47

25/04/2019 08h00

No início de março, Pedro Munhoz chocou o mundo ao nocautear Cody Garbrandt no UFC 235 realizado em Las Vegas (EUA). A vitória sobre o ex-campeão dos pesos-galos (61 kg) do Ultimate foi tão significativa que, assim que o juiz interrompeu a disputa, o brasileiro não se conteve e pulou a grade de proteção do cage mais famoso do planeta.

No entanto, essa atitude custou caro ao atleta, literalmente - como noticiou o site 'MMA Fighting'. Suspenso provisoriamente na época, Pedro foi multado em 2,5 mil dólares (cerca de R$ 10 mil) pela Comissão Atlética de Nevada em um encontro formal nessa quarta-feira (24). E, para estar apto a ser escalado novamente, 'The Young Punisher', como é conhecido, ainda terá que desembolsar mais 327 dólares (cerca de R$ 1.300) para pagar a taxa de acusação que está em seu nome.

De acordo com os funcionários do evento, Munhoz foi claramente alertado de que não poderia pular o cage após seu combate contra Garbrandt. Na visão da organização, quando um lutador pratica tal ato ele põe em risco não somente a si próprio, mas também aos fãs presentes na arena.

Depois do famoso incidente envolvendo Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov no UFC 229, a liga tem sido mais rígida quanto a esse tipo de comportamento. Foi cogitado, inclusive, uma multa maior para Munhoz, mas manteve-se o valor de R$ 10 mil, já que, na visão da entidade, o brasileiro não agiu de forma má intencionada ao deixar o cage.

Pedro já possui data e adversário para sua próxima luta dentro do Ultimate. O paulista mede forças contra Aljamain Sterling, no dia 8 de junho no UFC 238, em Chicago (EUA). O confronto, muito provavelmente, credenciará o vencedor a uma disputa de cinturão em seguida. Inclusive, o campeão da categoria também será definido no mesmo card, com o duelo entre Marlon Moraes e Henry Cejudo.

 

Mais Esporte