Topo

Esporte


Cortados! Três brasileiros são eliminados antes de lutarem o GP do PFL

Ag. Fight

23/05/2019 15h54

A corrida pelo prêmio de um milhão de dólares (em torno de R$ 4 milhões) pago ao vencedor do GP do Professional Fighters League (PFL) acabou de maneira precoce para três brasileiros. Nessa quarta-feira (22), nos EUA, os pesos-penas (66 kg) Alexandre Bezerra e Alexandre Almeida falharam na balança e, por conta disso, foram eliminados do torneio. Além deles, o peso-leve (70 kg) Ronys Torres também voltará para casa mais cedo após ser impedido de competir pela Comissão Atlética do Estado de Nova York (NYSAC).

De acordo com publicação feita por Ronys no Instagram (veja abaixo ou clique aqui), a NYSAC o impediu de participar do evento dessa quinta-feira após atestar que ele não possuía a documentação necessária para competir no torneio.

"Infelizmente, minha luta caiu. (...) A Comissão Atlética de Nova York é bem rígida (chata). No exame que fiz aqui, mostrou que já fiz uma cirurgia no olho, mas essa cirurgia eu fiz em 2009. Depois da cirurgia eu já fiz 31 lutas e, em todos os lugares em que lutei, eu pude competir com esse mesmo exame. Mas, infelizmente, aqui não", lamentou, por ficar de fora do confronto contra Ramsey Nijem.

Já Alexandre Bezerra, ficou de fora do evento após marcar na balança mais de 4 kg acima do limite da sua categoria. Em entrevista ao site 'MMA Fighting', o lutador contou que passou mal durante o corte de peso e, por conta disso, teve que ser levado ao hospital pelo seu treinador. Com o corte do brasileiro, Jeremy Kennedy, que o enfrentaria, foi escalado contra Luis Rafael Laurentino.

Inicialmente, Laurentino duelaria com Alexandre Almeida - também conhecido como 'Capitão'. Porém, o rival de Luis Rafael ficou 0,5 kg acima do limite da categoria dos penas e o PFL optou por também retirá-lo do evento.

 

Ver essa foto no Instagram

 

#CANCELADO Fala galera ? Infelizmente minha luta caiu , não vou lutar mais !! Comissão atlética de New York é bem rígida (chata), no exame que fiz aqui , mostrou que já fiz uma cirurgia no olho , mas essa cirurgia eu fiz em 2009, depois da cirurgia eu já fiz 31 lutas, e em todos os lugares que lutei, eu pude lutar com esse mesmo exame , mas infelizmente aqui não Não conseguimos entender os planos de Deus , só temos que aceita e saber que os planos dele são melhores que os nosso Tudo que teve que ser feito, eu fiz, me preparei bem , estava focado , batir o peso, estava pronto, mas infelizmente não foi da vontade de Deus de eu lutar OBRIGADO POR TUDO MEU DEUS , MINHA VIDA SEMPRE ESTARA EM SUAS MAOS , EU CONFIO EM TI ?? !!!!

Uma publicação compartilhada por Ronys Torres (@ronystorresmma) em 22 de Mai, 2019 às 5:18 PDT

Mais Esporte