Topo

MMA


Lyoto Machida dá show no Bellator 222 e aposenta Chael Sonnen do MMA

Lyoto Machida é declarado vencedor em luta contra Chael Sonnen Imagem: Reprodução

Maria Suarez, em Nova York (EUA)

Ag. Fight

15/06/2019 02h17

Como esperado, o duelo entre os veteranos Lyoto Machida e Chael Sonnen roubou a cena da edição 222 do Bellator, evento realizado nesta sexta-feira (14) em Nova York (EUA). Co-main event da noite, a disputa contou com agressividade de sobra de ambos os lados, mas foi a genialidade do brasileiro que se sobressaiu e garantiu o nocaute logo no segundo assalto. A luta marcou a aposentadoria de Sonnen, anunciada ao final da luta.

Com uma joelhada voadora, o carateca abriu o caminho para terminar o confronto com um preciso "ground and pound" que levantou o público presente no ginásio Madison Square Garden. Após o anúncio do resultado, Sonnen declarou sua aposentadoria das artes marciais mistas e agradeceu ao carinho recebido desde que chegou ao Bellator.

Na organização, o americano se especializou em enfrentar rivais de renome e travou cinco combates contra veteranos. Ao final de sua trajetória, foram três derrotas e apenas duas vitórias, que carimbaram seu cartel profissional de 49 lutas (31 vitórias, 17 derrotas e um empate).

"Eu me diverti muito, O Scott Coker me deu cinco lutas no contrato, fiz uma boa caminhada, mas, senhores e senhoras, estou saindo de cena. Obrigado", decretou Sonnen.

A luta

Desde o início, Sonnen adotou o estilo que o fez famoso e caminhou para frente a todo momento em busca do clinche. O que não demorou a acontecer. E uma vez grudado em Machida, o americano o arrastou para a grade e tentou quedas - toas bem defendidas pelo carateca, que passou a travar uma guerra de golpes na curta distância.

Na sequência, ao se ver impossibilitado de derrubar o adversário, Sonnen perdeu a pegada e precisou perseguir Lyoto de novo. No entanto, desta vez o ex-campeão do UFC tinha uma surpresa preparada. Uma joelhada voadora certeira no queixo derrubou o o americano, que acabou salvo pelo gongo. Na etapa seguinte, o mesmo golpe abriu caminho para o final da disputa.

"Me senti muito bem hoje. Obrigado Chael por vir aqui. Você é um grande cara. Não esperava que ele aguentasse, ele é duro, coloquei uma joelhada forte. Mas ele resistiu à primeira.... Eu e meu time estudamos muito o jogo dele. Quero agradecer meu time", celebrou Lyoto.

Sonnen se despede do MMA

Aos 42 anos, Chael Sonnen encerra a carreira após pouco mais de duas décadas no MMA. O americano se despede da modalidade com um cartel de 30 vitórias, 17 derrotas e um empate.

Sonnen ganhou destaque no mundo das artes marciais mistas ao se tornar desafeto de Anderson Silva. O "Gangster" enfrentou o brasileiro em duas ocasiões pelo título do peso-médio do UFC, mas foi derrotado em ambas. Além disso, ele também teve a chance lutar pelo cinturão dos meio-pesados do Ultimate, quando perdeu para o compatriota Jon Jones.

Após se despedir do UFC em 2013, Chael Sonnen ingressou no Bellator quatro anos depois. Na volta ao MMA, o lutador somou duas vitórias (contra Wanderlei Silva e Quinton Jackson) e três derrotas (contra Tito Ortiz, Fedor Emelianenko e Lyoto Machida).

Fim da invencibilidade

Luta principal da noite e válida pelo cinturão dos meio-médios (77 kg), além de garantir ao vencedor uma vaga na final do GP da categoria, Rory MacDonald e Neiman Gracie deixaram a plateia de pé. Depois de cinco rounds disputados, o canadense foi declarado vencedor e se tornou o primeiro lutador e manchar o cartel do brasileiro.

Com o resultado, além de manter o cinturão, o atleta agora avança para travar uma revanche com Douglas Lima, brasileiro de quem 'roubou' o título justamente em janeiro de 2018, logo em sua segunda participação no evento.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Lyoto Machida dá show no Bellator 222 e aposenta Chael Sonnen do MMA - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

MMA