Topo

Esporte


Cormier admite que Lesnar tomou "decisão mais inteligente" ao desistir do UFC

Ag. Fight

2019-06-24T12:04:09

24/06/2019 12h04

Durante quase um ano, Daniel Cormier fez sua parte na promoção de um combate contra Brock Lesnar. Em agosto do ano passado, no UFC 229, os dois se encararam no octógono; nos meses seguintes, 'DC' deu inúmeras entrevistas apontando o atleta da WWE - liga de lutas encenadas - como seu adversário preferido antes da aposentadoria. No fim das contas, entretanto, o gigante desistiu do confronto.

Passada a frustração com a perda de uma oportunidade de ganhar muito dinheiro e enfrentar um dos mais populares lutadores da história, o campeão dos pesados reconheceu que Brock tomou a melhor decisão. Apesar disso, Cormier afirmou que ficou desapontado quando o UFC decretou o encerramento das negociações com Lesnar. Segundo Daniel, enfrentar o atleta da WWE era um desejo antigo.

"Fiquei decepcionado. Queria enfrentar Brock. Conheço há muito tempo. Competi com Brock por muito tempo no wrestling, e sempre fui fã dele. E tivemos aquele grande momento no UFC 226, então a construção (da luta) foi divertida. Mas você só pode realmente se preocupar com coisas que você pode controlar, e não posso controlar o fato de que ele não quer mais lutar. Ele parou", declarou ao site 'TMZ'.

O campeão dos pesados e ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) afirmou ainda que não tem certeza do motivo que fez Lesnar recuar de seu retorno ao octógono. Mas apontou como correta a decisão final, uma vez que os riscos que Brock - detentor do cinturão do Ultimate entre 2008 e 2010 -correria no cage seriam potencialmente grandes.

"Não sei exatamente o que foi. Honestamente, eu só acho que a WWE ofereceu a ele um ótimo contrato. Tipo, eles sempre cuidaram muito do cara. E, por fim, você recebe bem mais dinheiro para ir lá e fazer o pro-wrestling, em vez de me enfrentar... Não há resultado predeterminado lá. Vou tentar surrar você. Então, acho que ele tomou a decisão mais inteligente", falou.

Oficialmente, Daniel Cormier não perde uma luta desde 2015, quando perdeu o primeiro dos dois combates contra Jon Jones. Em 2017, ele foi nocauteado por 'Bones', mas o resultado virou 'no contest' depois da descoberta de um exame antidoping positivo do seu maior rival. No ano passado, 'DC' subiu para os pesados, destronou Stipe Miocic e defendeu o cinturão contra Derrick Lewis.

Mais Esporte