Topo

Esporte


GP do Bellator! Por desafio e dinheiro, Patrício 'Pitbull' aceita colocar título em jogo

Ag. Fight

19/07/2019 17h20

Atual campeão em duas categorias e, consequentemente, detentor da responsabilidade de defender seus cinturões, Patrício Freire poderia ter colocado empecilhos para não participar do Grand Prix de pesos-penas (66 kg) do Bellator. Entretanto, 'Pitbull' decidiu encarar o desafio de colocar seu título em disputa no torneio da organização americana.

O brasileiro iniciará a competição enfrentando Juan Archuleta, pela primeira rodada, no dia 28 de setembro, na Califórnia (EUA). Em entrevista ao site 'MMA Junkie', o atleta explicou os motivos que o fizeram aceitar o convite. A alta premiação a ser paga para o vencedor do torneio, no valor de um milhão de dólares (cerca de R$ 3,7 milhões), além do estímulo por seguir se provando entre os melhores, foram apontadas como algumas das razões.

"Eu gosto de enfrentar desafios e eu também gosto de ganhar dinheiro. O maior risco não será um oponente em si, mas eu mesmo. Entrando como campeão duplo e colocando isto em risco", explanou.

Como consequência do 'GP', o atleta da 'Pitbull Brothers' não poderá defender seu cinturão dos leves (70 kg) no futuro próximo. Porém, este não é um problema que preocupe o brasileiro. Qualquer congestionamento de lutadores a sua espera na divisão não será uma questão para o Bellator.

"Eu sei que o título dos leves (70 kg) ficará em espera por um tempo. Foi tudo que me foi falado até o momento", concluiu.

O potiguar, de 32 anos, não perde uma luta desde agosto de 2016. Em seu cartel, possui 29 vitórias e apenas quatro derrotas. Seu adversário de primeira ronda no GP dos penas (66 kg), Juan Archuleta, tem apenas uma derrota em 24 combates, sendo esta há mais de quatro anos.

Mais Esporte