Topo

Esporte

Polícia quer ouvir goleiro Bruno por desaparecimento de ex-namorada

26/06/2010 21h32

Rio de Janeiro, 26 jun (EFE).- A Polícia convocou hoje o goleiro do Flamengo Bruno a prestar depoimento pelo desaparecimento de uma ex-namorada com o fim deste tem um filho e que acredita-se que poderia ter sido assassinada, informou hoje uma fonte policial.

Eliza Samudio, de 25 anos, está desaparecida desde o começo de junho e a Polícia trabalha com a hipótese de que tenha sido assassinada, explicou a comissária Alessandra Wilke, do departamento de Homicídios da Polícia Civil do estado de Minas Gerais, a meios de imprensa locais.

Denúncias anônimas alertaram que Eliza foi atacada e depois morta em uma fazenda de propriedade do jogador, localizada nos arredores de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

A Polícia localizou hoje o filho, um bebê de quatro meses, em poder de desconhecidos em uma casa na localidade de Ribeirão das Neves, na área metropolitana de Belo Horizonte.

Após o achado, a Polícia deteve a esposa de Bruno, Daiane Fernandes, por seu suposto envolvimento no caso, mas as autoridades a puseram em liberdade após prestar depoimento.

Bruno Fernandes das Dores de Souza, de 25 anos e goleiro titular do Flamengo desde 2006, não comentou ainda estas informações.

Em outubro do ano passado, a ex-namorada denunciou Bruno à Polícia por tentativa de sequestro, agressão e ameaças para obrigá-la a abortar, mas o goleiro negou os fatos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte