Topo

Esporte


Superclássico das Américas é cancelado por falta de iluminação

03/10/2012 23h32

Buenos Aires, 3 out (EFE).- Depois de esperar por mais de uma hora que fosse restabelecida a iluminação total do Estádio Centenário, na cidade argentina de Resistência, a partida entre Brasil e Argentina, chamada de Superclássico das Américas, acabou cancelada pelo árbitro chileno Enrique Ossés.

As seleções já haviam entrado em campo e escutado seus respectivos hinos quando parte da iluminação apagou. Aos poucos, duas das três torres reacenderam, mas uma delas manteve-se apagada, pelo que os dois goleiros rejeitaram o início do jogo.

O dirigente Germán Lerche, da Associação do Futebol Argentino (AFA), disse que "não foi possível superar o problema da iluminação no estádio, mesmo após esperar um tempo prudente.

"Não há uma nova data para a disputa deste encontro", limitou-se a dizer o dirigente.

A organização chegou a levantar a hipótese de o jogo ser realizado nesta quinta-feira, mas Lerche indicou que "é impossível, porque as duas seleções têm de devolver os jogadores a suas respectivas equipes para as partidas de suas ligas".

O diretor de Seleções da CBF, Andrés Sanches, se pronunciou na mesma linha e disse que o calendário apertado impedirá a realização do segundo jogo do Superclássico das Américas em outra data.

Com isso, Sanches considera o Brasil campeão do desafio, uma vez que venceu a Argentina há duas semanas no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, por 2 a 1.

Mais Esporte