Topo

Esporte

Ferido em atropelamento no Dacar permanece em estado crítico

03/01/2016 19h14

Villa Carlos Paz (Argentina), 3 jan (EFE).- Uma das dez pessoas que ficaram feridas em um atropelamento causado pela piloto chinesa Guo Meiling (Mini) durante o prólogo do Rali Dacar neste sábado permanece em observação e em estado crítico, segundo informações divulgadas neste domingo pela organização do evento.

"O estado de um terceiro ferido que parecia ter se estabilizado ontem à noite piorou brutalmente durante a noite. Foi transferido ao hospital de Pergamino (perto da cidade de Arrecifes) e seu estado continua sendo preocupante", informa um comunicado oficial da empresa organizadora.

Além disso, um homem e seu filho de 10 anos, que no sábado tinham sido levado ao Hospital Austral da cidade de Pilar, na província de Buenos Aires, continuam estáveis e com "evolução favorável".

Por sua vez, outro paciente, transferido ao Hospital Alemán, na capital, foi operado de uma fratura de fêmur. Da mesma forma que uma mulher grávida, os dois continuam evoluindo de forma favorável, enquanto os outros feridos receberam alta.

A organização disse também que a piloto cumpria os requisitos mínimos para fazer parte da competição. "Enquanto os requisitos em motos e quadriciclos são diretamente da ASSO (empresa organizadora), para carros e caminhões o Dacar é regido pelas regras da Federação Internacional de Automobilismo (FIA)", explicou o diretor do departamento de competidores, Xavier Gavory.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte