Esporte

Refugiado sírio agredido na Hungria estreia como técnico na Catalunha

03/01/2016 19h28

Barcelona, 3 jan (EFE).- O técnico de futebol sírio Osama Abdul Mohsen, que, com o filho nos braços, levou uma rasteira de uma repórter húngara há cerca de dez meses, estreou neste domingo à frente do Villaverde Boetticher, equipe madrilenha da divisão regional espanhola, em um amistoso em Sant Cugat del Vallès (Barcelona).

A partido, organizada pela ONG Cesal, a Prefeitura de Sant Cugat del Vallès e a Universidad Ramon Llull, para recolher fundos para os refugiados que ainda estão em campos na Turquia, foi disputada entre o Villaverde e o Sant Cugat Esport.

Fã de Mourinho e do Campeonato Espanhol, Osama Abdul Mohsen era técnico na primeira divisão síria, onde foi bicampeão nacional e faturou quatro títulos da copa local.

"O esporte ajuda a oferecer uma mensagem de paz, irmandade e humanidade entre os povos. mesmo que você vença ou perca, o que importa é o que une ao redor de uma experiência, o que importa é a condição de ser humano", declarou à Catalunya Radio.

A esposa e dois filhos de Osama continuam em um campo de refugiados da Turquia onde esperam uma documentação, algo difícil de conseguir porque na Síria ele é considerado um exilado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo