Esporte

Ex-jogador mexicano diz temer por integridade física após assumir prefeitura

04/01/2016 18h41

Cidade do México, 4 jan (EFE).- O ex-jogador e ídolo do futebol mexicano Cuauhtémoc Blanco disse nesta segunda-feira que tem medo do que pode ocorrer após assumir a Prefeitura de Cuernavaca, responsabilizando Graco Ramírez, governador do estado de Morelos, do qual a cidade é a capital, pelo temor por sua integridade física.

Blanco, que se aposentou dos gramados em junho de 2015, tomou posse como prefeito de Cuernavaca, uma das cidades mais violentas do México, no dia 1º de janeiro. E está enfrentando Ramírez em assuntos com a segurança e a criminalidade na região.

"Tenho medo de que ocorra algo com a minha família e com as pessoas que estão aqui comigo, mas estou bem firme e vamos continuar com isso. Se ocorrer algo contra mim, contra as pessoas que estão por trás de mim ou à minha família, a culpa é do senhor, governador", disse o ex-jogador em entrevista coletiva.

A prefeita do município de Temixco, também em Morelos, Gisela Mota, foi assassinada no último sábado, aparentemente como uma vingança do crime organizado pela decisão de Ramírez de criar em algumas cidades um Comando Único Estadual de Polícia em vez das atuais forças municipais, controladas durante anos pelos traficantes.

No domingo, Ramírez ampliou a medida aos 33 municípios do estado de Morelos, integrando 15 deles que ainda resistiam ao novo sistema. Um deles era Cuernavaca, já que Blanco se negava, de maneira constante, a aceitar a implantação do modelo.

Em uma entrevista à "Rádio Fórmula", Ramírez indicou hoje que, ao contrário de outros prefeitos da região, o ex-jogador não está preocupado com sua integridade porque o crime organizado não só simpatiza com sua decisão de não aceitar o Comando Único, mas também que está por trás dela.

Em sua resposta, Blanco afirmou que os moradores de Cuernavaca são quem não querem a unificação das polícias do estado. A cidade é o lugar de descanso preferido de parte da população da Cidade do México devido à proximidade com a capital e o clima agradável.

Com 38 gols, Blanco é o terceiro maior artilheiro em partidas oficiais da história da seleção mexicana, atrás de Jared Borgetti e Javier Hernández. Além disso, é o único mexicano a marcar em suas três participações em Copas do Mundo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo