Esporte

"Roma 2024 é uma oportunidade para crer no futuro", diz Luca di Montezemolo

11/01/2016 16h33

Roma, 11 jan (EFE).- O principal responsável da candidatura de Roma aos Jogos Olímpicos de 2024, Luca di Montezemolo, apresentou nesta segunda-feira detalhes da proposta italiana e afirmou que este é "um grande desafio uma oportunidade para crer no futuro do país".

Em entrevista coletiva na sede da imprensa estrangeira em Roma, o ex-presidente da Ferrari confirmou que o complexo esportivo da Vela di Calatrava será a região mais importante caso a capital italiana sedie os Jogos Olímpicos de 2024.

Montezemolo, que estava acompanhado por Luca Pancalli, presidente do Comitê Paralímpico Italiano, e Diana Bianchedi, que ganhou dois ouros nos Jogos Olímpicos de Barcelona e Sydney, afirmou que o plano de Roma é separar as competições em três regiões.

"Haverá três zonas fundamentais. O Foro Itálico, muito verde, com o Estádio Olímpico, o do tênis e as piscinas; a Feira de Roma, com enormes espaços nos quais se construiriam instalações para esgrima, ginástica e luta; e o Tor Vergata, que será talvez a mais importante. Ali teremos um hospital e a Vila Olímpica, que depois dos Jogos será transformada em campus universitário", explicou.

Montezemolo destacou sua confiança de que a região de Vela di Calatrava será um local "excepcional". Estive há três dias lá. Acredito que o projeto do palácio do esporte, que está na metade das obras, pode ser o grande palco do esporte de Roma. Será preciso controlar os custos de uma instalação que está em construção e que seria, de verdade, algo excepcional, em uma região em grande desenvolvimento como é Tor Vergata", disse.

No entanto, apesar de contar com um orçamento menor do que as rivais na disputa para organizar os Jogos Olímpicos de 2024 (os adversários são Budapeste, Paris e Los Angeles), os representantes de Roma disseram que estão "orgulhosos" desse fato e que 70% das instalações necessárias já estão prontas".

"O custo da candidatura será de 25 milhões de euros. Cinco deles virão de entidades privadas e os demais são do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni) e do governo. Para dar uma manchete, pode-se dizer que estamos orgulhosos por sermos os últimos", disse Fabio Guadagnini, responsável pela comunicação de Roma 2024.

"Cerca de 70% das instalações estão prontas. O Estádio Olímpico está pronto, o de tênis e as piscinas também. A grande intervenção será para a Vila Olímpica, que será construída em Tor Vergata", acrescentou Montezemolo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo