Esporte

Aos 23 anos, ex-zagueiro do Grêmio vai se naturalizar e jogar pela Geórgia

Da EFE

12/01/2016 13h48

O zagueiro Renê, que passou pelas categorias de base de Cruzeiro e Bahia e se profissionalizou em 2011 no Grêmio, obterá a nacionalidade da Geórgia para defender a seleção local, segundo informações do técnico da equipe do país, Kaja Tsjadadze.

"O potencial do brasileiro é evidente, embora ainda possa melhorar. Já o apresentamos a proposta. Agora cumpriremos os trâmites necessários para ele receber a cidadania georgiana", disse Tsjadadze à imprensa local.

Na sequência, segundo ele, a Federação Georgiana de Futebol informará à Fifa da nacionalização para que o defensor de 23 anos possa vestir a camisa da seleção. De acordo com a legislação nacional, a prerrogativa de concessão da cidadania georgiana corresponde ao presidente.

Renê foi emprestado pelo Grêmio ao Kawasaki Frontale, do Japão, em 2012. Um ano depois, teve seus direitos federativos negociados com o Zestafoni, da Geórgia, e em 2014 se transferiu para o Dínamo, principal equipe do país.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo