Esporte

Investigação revela suposta manipulação de partidas no tênis, diz "BBC"

18/01/2016 07h44

Londres, 18 jan (EFE).- Uma investigação revelou que houve no passado um suposto caso de manipulação de partidas de tênis, inclusive no torneio de Wimbledon, afirma nesta segunda-feira a rede "BBC".

Na década passada, 16 jogadores que figuravam entre os 50 melhores do mundo foram marcados pela chamada Unidade de Integridade do Tênis (TIU, por sua sigla em inglês) sob a suspeita de que entregavam partidas, segundo a rede britânica.

A todos os jogadores, inclusive ganhadores de títulos de Grand Slam, foi permitido seguir competindo, acrescenta a "BBC", que revelou esta informação junto ao portal BuzzFeed News.

A TIU indicou que tem uma política de tolerância zero no que diz respeito a casos de corrupção por manipulação de partidos.

Chris Kermode, presidente da Associação de Tenistas Profissionais (ATP), o organismo que rege o tênis mundial, rejeitou afirmações que uma possível manipulação de jogos "não fosse investigada com rigor".

"A Unidade de Integridade do Tênis -organismo criado em 2008 pelas principais associações de tênis, incluída ATP-, e as autoridades do tênis rejeitam absolutamente que se tenham suprimido evidências de manipulação de partidas por nenhuma razão ou que não tenham sido investigadas profusamente", afirmou Kermode.

"Existe tolerância zero nisto. Não somos complacentes. Estamos muito atentos", disse o presidente, que acrescentou que a entidade dedica US$ 14 milhões à investigação de corrupção no tênis.

Nos documentos aos quais a "BBC" e o Buzzfeed News tiveram acesso figura uma investigação aberta pela ATP em 2007.

Seu trabalho, acrescenta a emissora, consistiu em analisar uma suspeita atividade de aposta por causa de uma partida disputada pelo russo Nikolay Davydenko e o argentino Martin Vassallo Argüello.

Os dois, sempre segundo a "BBC", foram absolvidos de violar as regras do jogo, mas a investigação foi ampliada a uma suposta rede de manipulação vinculada a jogadores.

Os documentos aos quais a emissora britânica diz que teve acesso encontrou sindicatos de apostas na Rússia e Itália, que apostavam milhares de libras em partidas que os investigadores pensaram que estavam amanhados.

Três dessas partidas foram disputadas no torneio de tênis de Wimbledon.

O mundo do tênis introduziu um novo código de conduta em 2009, um ano após uma investigação, mas por razões legais os supostos casos de corrupção prévios não foram avaliados.

"Como resultado, nenhuma nova investigação sobre nenhum dos jogadores que foram mencionados no relatório de 2008 foi aberta", disse à "BBC" um porta-voz da TIU.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo