Esporte

Rossi se diz "mais motivado" depois de incidente com Márquez na MotoGP

18/01/2016 13h34

Barcelona, 18 jan (EFE).- Dois meses depois da conclusão do último Mundial de MotoGP e da polêmica com o espanhol Marc Márquez (Honda) no fim da temporada, o italiano Valentino Rossi (Yamaha) disse nesta segunda-feira que entrará mais motivado em 2016.

Seis vezes campeão da MotoGP, título que perdeu em 2015 para o seu companheiro de equipe, o também espanhol Jorge Lorenzo, por só cinco pontos, Rossi disse, na apresentação da moto da Yahama para a próxima temporada, que o incidente com Márquez está no passado.

"No princípio, após Valencia, foi mais difícil. A decepção era muito grande nas primeiras semanas após voltar para casa. Mas agora já passou. Tive que relaxar e deixar passar a sensação ruim", explicou.

Apesar de a entrevista coletiva ser focada para a próxima temporada, as perguntas sobre o problema com Márquez monopolizaram o evento. Rossi disse que o rival o "privou de lutar pela vitória".

Sobre a relação com Lorenzo, porém, o italiano disse que a "atmosfera é boa". Mas, se a situação seria diferente se seu companheiro de equipe fosse outro. "Felizmente, Márquez não está na minha escuderia", ironizou Rossi.

O multicampeão italiano disse que está "mais motivado" para enfrentar uma temporada que será repleta de mudanças, especialmente no âmbito da eletrônica e dos pneus. Rossi disse que os novos pneus da Michelin preocupam mais que as novas regras eletrônicas, que obrigarão as equipes a competir com os mesmos parâmetros.

"A eletrônica não é um grande problema. Todos estamos no mesmo nível e acredito que nossos engenheiros estão trabalhando para melhorar. Estou mais preocupado com os pneus, já que a mudança é importante", revelou o piloto.

Na avaliação de Rossi, a primeira impressão é que os novos pneus sofreram mais na segunda parte das corridas, especialmente os dianteiros. "Com os Michelin, se você cometer um erro, pagará por isso. Deveremos estar concentrados na condução", explicou.

Quanto aos rivais pelo título na próxima temporada, Rossi afirmou Lorenzo, Márquez e Dani Pedrosa serão os principais pilotos a serem batidos, mas destacou que pode haver surpresas. "Outros das equipes satélite podem estar por perto. Talvez a luta fique entre nós quatro, talvez outros surjam", concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo