Topo

Esporte

Guangzhou Evergrande vende Elkeson para o rival Shanghai SIPG

21/01/2016 10h10

Pequim, 21 jan (EFE).- O Guangzhou Evergrande, ganhador das cinco últimas temporadas do Campeonato Chinês e vigente campeão da Ásia, tomou a surpreendente decisão de vender sua principal estrela, o brasileiro Elkeson, ao seu grande rival, o Shanghai SIPG, para ajudar esse clube a melhorar o rendimento internacional.

Segundo um comunicado, o Evergrande se desprende de um de seus melhores atacantes, artilheiro do campeonato nas temporadas 2013 e 2014, "para apoiar as equipes chinesas que competem na Liga dos Campeões da Ásia", na qual participam os dois grupos.

O clube de Xangai foi segundo na temporada 2015, ficando a apenas dois pontos do Evergrande, que no ano passado passou apuros para ser campeão nacional.

Em todo caso, afirmou a agência oficial "Xinhua", também existem cunhos econômicos para a operação, dado que a equipe de Xangai, treinada por Sven-Goran Eriksson, pagou cerca de 20 milhões de euros pelo atacante brasileiro, quando o Evergrande o comprou desde o Brasil em 2012 por apenas 5,7 milhões de euros.

A contratação seria de fato a mais cara na história do futebol chinês, superando o de 15 milhões de euros pagos na temporada passada pelo Evergrande para contar com o brasileiro Ricardo Goulart.

Sem deixar de buscar talentos no Brasil, o Evergrande, treinado pelo gaúcho Luiz Felipe Scolari, se reforçou para esta temporada, que começa em 5 de março, com o meia Paulinho por 14 milhões de euros.

Elkeson, de 26 anos, marcou 77 gols em suas três temporadas com o Evergrande, clube ao qual que ajudou a ganhar duas Ligas dos Campeões da Ásia e três campeonatos nacionais.

O brasileiro, inclusive, marcou o gol que deu a vitória ao Evergrande na recente final da Liga dos Campeões asiática, disputada em novembro contra o Al Ahli de Dubai e que deu aos chineses avaga para o Mundial de Clubes, no qual jogou contra o FC Barcelona.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte