Esporte

Mascherano é condenado a 1 ano de prisão por fraude fiscal na Espanha

Lluis Gené/AFP Photo
Autoridades condenaram argentino do Barcelona, que tenta trocar detenção por multa Imagem: Lluis Gené/AFP Photo

Da EFE, em Barcelona (Espanha)

21/01/2016 11h22

O volante argentino Javier Mascherano, do Barcelona, aceitou nesta quinta-feira a condenação de um ano de prisão, por fraudar 1,5 milhão de euros (R$ 6,68 milhões) da Fazenda espanhola, No entanto, sua defesa já pediu para a Justiça do país suspender a detenção, a substituindo por multa de 21,6 mil euros (R$ 96,2 mil), o que será decidido em uma próxima audiência.

O julgamento do atleta, vice-campeão da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, durou apenas 10 minutos, sendo encerrado com acordo com a promotoria e a Advocacia do Estado, após a devolução aos cofres públicos da quantia que o jogador fraudou.

A sentença condena Mascherano a um ano de prisão por dois crimes contra a Fazenda Pública, nos exercícios dos anos de 2011 e 2012, além de impor multa de 815 mil euros (R$ 3,63 milhões) e proibi-lo de obter subvenções públicas e incentivos fiscais durante a pena.

Logo após a leitura da sentença, a os advogados de defesa do argentino, David Aineto e Diego Artacho, entraram com pedido pela substituição da prisão pela multa, o que permitiria, inclusive, o cancelamento dos antecedentes penais do atleta. A decisão sobre a possível reversão de sentença deve sair nos próximos dias e, enquanto aguarda o recurso, o jogador do Barcelona aguardará em liberdade.

No dia 29 de outubro, Mascherano compareceu a um tribunal de Barcelona e reconheceu os delitos fiscais dos quais era acusado. Segundo as autoridades espanholas, o argentino utilizou empresas de fachada em Portugal e nos Estados Unidos para não declarar valores na Espanha.

Em nota oficial, Mascherano esclareceu toda a polêmica, disse que o problema foi causado por um escritório que o assessorava. O argentino chegou a falar que iria processá-los.

Veja a nota na íntegra do argentino:

Por meio deste comunicado, quero esclarecer algumas questões ligas as últimas notícias sobre a minha pessoa.

No dia de hoje, cheguei a um acordo com a Fazenda da Espanha, com sentença definitiva e aprovação de todas as partes. Assim, uma vez resolvida a parte legal e com a tranquilidade de ter regularizado minha situação fiscal, quero fazer um breve desabafo.

Depois da minha chega ao Barcelona, contratei um prestigiado escritório, com pessoas renomadas e de excelente reputação. De acordo com a minha situação, eles me recomendaram determinadas estruturas, todas dentro da legalidade, me notificando sempre que eram procedimento habituais, transparentes e aceitáveis pela lei. Fui assessorado por esses profissionais desde 2010 até 2014, quando decidi mudar de escritório diante ao processo que havia se iniciado contra mim e com evidências de que meu problema não era mais potencial e sim uma realidade.

Meus novos assessores me recomendaram pagar os impostos pedidos pela Fazenda, apresentando o que chamam de retificação sobre todos os exercícios fiscais. Agora, finalmente e após uma amarga espera, chegamos a esse acordo, que me devolve a tranquilidade de ter minhas obrigações diárias.

Sou um esportista profissional, não tenho grandes conhecimentos de questões de impostos, nem legais. Por isso, devo me apoiar em gente que entende desses termas técnicos que para mim são complexos. Durante toda minha carreira fui uma pessoa honesta e responsável, respeitando meus companheiros, os clubes que representei e aos países onde vivi. Essa situação que tive de passar foi uma experiência a mais, saio fortalecido e tranquilo por ter ficado sabendo novamente das regras. Me reservado a possibilidade de acionar na Justiça aqueles que me assessoraram mal, me recomendando o que não era correr

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo