Esporte

Brasil passa em branco no encerramento do Grand Prix de Judô de Havana

25/01/2016 01h21

Havana, 24 jan (EFE).- Maria Suelen Altheman e Rafael Silva não subiram ao pódio no encerramento do 2º Grand Prix de Judô de Havana neste domingo, disputado no Coliseu da Cidade Esportiva da capital cubana, e o Brasil fechou a competição com quatro medalhas - dois ouros (Sarah Menezes e Eric Takabatake) e dois bronzes (Rafaela Silva e Maria Portela).

Na categoria acima de 78kg, a brasileira começou vencendo Emileidy Lopez, do Chile, por ippon, mas depois acabou sendo derrotada por Idalys Ortiz, de Cuba, campeã olímpica e mundial.

Na repescagem, Maria Suelen encarou a ucraniana Iryna Kyndzerska e venceu por imobilização, avançando para a disputa da medalha de bronze, quando acabou superada pela mexicana Vanessa Zambotti.

Já o peso-pesado Rafael Silva, que se recuperava de uma lesão que o afastou por seis meses dos tatames, perdeu na estreia para o cubano Alex Mendoza.

Com os resultados, o Brasil terminou o Grand Prix na quarta posição no quadro de medalhas. A Rússia ficou com o primeiro lugar, com três ouros e um bronze. Cuba veio na segunda posição, com dois ouros, uma prata e um bronze. Israel completou o pódio, com 2 ouros e uma prata.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo